Homem é sequestrado e espancado durante roubo em São Vicente; adolescente é detido

Vítima conhece o adolescente infrator, tinha amizade com ele em rede social e forneceu informações à PM que possibilitaram a captura; dois envolvidos no crime não foram localizados

Comentar
Compartilhar
12 JUL 2019Por Gilmar Alves Jr.17h13
O caso foi registrado na Delegacia Sede de São VicenteFoto: Reprodução

Um homem de 55 anos foi sequestrado e espancado na madrugada da quinta-feira (11), em São Vicente, por um trio, que levou móveis da casa da vítima e o carro dela, um Hyundai I30. Após o crime, o homem forneceu informações à Polícia Militar sobre um dos envolvidos, um adolescente de 17 anos que é seu conhecido, e o menor foi capturado na noite do mesmo dia em frente a um bar na Área Continental. Dois ladrões ainda não foram localizados.

A vítima foi abordada por volta de 1h, quando trafegava de carro na Rua Jacob Emmerick e foi fechada pelo veículo ocupado pelos assaltantes.

O adolescente e os dois comparsas, segundo a vítima, exibiram pistolas pretas e ordenaram que ela fosse para o banco de trás de seu I30.

Como refém, o homem foi levado no veículo até uma área de mata bairro Quarentenário, na Área Continental de São Vicente. No local, ele foi espancado com socos e chutes e também recebeu golpes com um pedaço de madeira.

Os bandidos exigiram dinheiro e R$ 1 mil foi entregue pela vítima, segundo o registro da ocorrência.

Na sequência, os bandidos seguiram para o Parque Bitaru com o homem e saquearam a casa dele, levando diversos móveis. A vítima foi mantida refém em um dos cômodos e, após a fuga dos bandidos, deixou o imóvel, por volta das 4h.

O carro dela foi encontrado pela PM estacionado na Rua Jaime Pinheiro Guimarães, na Vila Ema.

Rede social

A vítima soube informar aos policiais o nome do adolescente e forneceu diversos detalhes, pois ele era seu amigo em uma rede social. De posse das informações, a Polícia Militar fez diversas buscas durante a quinta-feira e localizou o adolescente em frente ao bar, na Rua Esmeraldo Tarquínio, no Parque das Bandeiras. O telefone celular da vítima foi encontrado em um dos bolsos do menor.

Em razão da gravidade do ato infracional, cometido mediante grave ameaça, a Polícia Civil manteve a apreensão do jovem, que está à disposição da Vara da Infância e da Juventude.

Colunas

Contraponto