Surfista Caio Ibelli realiza palestra para integrantes da ONG CT Lugar Ao Sol

A conversa aconteceu durante o Surf treino, realizado na última quinta-feira (21)

Comentar
Compartilhar
25 MAI 201511h28

O sonho de se tornar surfista profissional toma conta de todos os atletas da Organização Não Governamental (ONG) Centro de Treinamento Lugar Ao Sol, que tem sua base em Guarujá e ajuda a lapidar os novos talentos do esporte. Como forma de incentivo e orientação, o surfista profissional, Caio Ibelli, campeão mundial Pro Junior, no ano de 2012, foi até a Praia do Tombo, na última quarta-feira (21), trocar informações com a nova geração.

A conversa aconteceu durante o intervalo do Surf Treino, campeonato realizado pela Ong com o intuito de dar ritmo e experiência de competição aos atletas. Nela, o surfista profissional falou sobre sua trajetória no esporte, desde o início de sua carreira, treinos dentro e fora d'água até as cobranças por resultados.

“Muito legal falar com eles sobre um pouco da minha história, da minha luta, que é diária e não é fácil ser um atleta profissional, além de passar um pouco da experiência que adquiri internacionalmente. É nesse tipo de competição, como o Surf Treino, que começa a nascer uma semente no coração da molecada. É legal voltar agora e ver essa estrutura que é dada a eles vai fazer diferença lá na frente”, conta Ibelli.

A conversa aconteceu durante o Surf treino, realizado na última quinta-feira, 21 (Foto: Divulgação/PMG)

Esse foi mais um modo que o presidente do CT Lugar Ao Sol, Ademir Silva, achou para incentivar seus alunos a continuarem no esporte, e quem sabe, se tornarem futuros integrantes do circuito mundial. “A palestra ajuda a melhorar a autoestima desses jovens. O Caio também treinou comigo quando era mais novo e hoje ele está quase entrando para o Circuito Mundial, com isso os atletas iniciantes podem ver que eles também tem o potencial para se tornarem profissionais e vencedores, basta foco nos treinos e se manterem afastados do que os prejudica, como as drogas”, disse Silva, que teve a oportunidade de treinar Caio Ibelli no início de sua carreira e hoje vê outros jovens seguindo o mesmo caminho.

Entre o bate papo, o atleta orientou e falou da importância dos atletas ficarem longe das drogas e também contou que está focado para entrar no WT, já no próximo ano e ser mais um nome representando Guarujá na elite do surf mundial, ao lado do atual líder do ranking, Adriano de Souza, o Mineirinho.

“Vou me concentrar bastante nas viagens que faço para treinar, além de preparar forte o lado físico, que também é muito importante”.

Ibelli vem de um bom resultado, um terceiro lugar, na etapa do World Qualifying Series (WQS) em Saquarema e atualmente ocupa a 11ª posição no ranking qualificatório para a primeira divisão do surf. Vale lembrar que as etapas acontecem até dezembro e apenas os 10 primeiros do ranking se classificam para competir o WT em 2016.

Surf Treino

A competição, que aconteceu na frente do Palanque Paulo Tendas, na Praia do Tombo, teve boas ondas de meio metro e reuniu atletas da Cidade, divididos em quatro categorias: iniciante, mirim, open e feminina.

Na categoria iniciante, o campeão foi Caio Augusto, deixando Luiz Fernando Frumento, Pedro Pupo e Lincol Paixão, em segundo, terceiro e quarto lugares, respectivamente. Enquanto na categoria mirim o primeiro lugar ficou com Alax Soares. Completaram o pódio Guilherme Jesus (2º), Vitor Hugo (3º) e Juninho Siqueira (4º).

O destaque da categoria feminina foi Louisie Frumento, em primeiro lugar, atrás dela ficaram Vitória Mazzoni, em 2º, Stephanie frumento, em 3º, e Marcella Passaes com a 4ª colocação. Já na categoria open, Gabriel André, com suas manobras aéreas conquistou o título na bateria que tinha Pedro Miguel, segundo colocado, Alax Soares, em terceiro, além de Pedro Nogueira, no quarto lugar.

“A final foi bem legal, todos os atletas mostraram um nível de surf altíssimo, o que me deixa mais feliz por ter vencido. Essa competição é como um treinamento para entramos em sintonia e surfar cada vez melhor nas baterias”, disse Gabriel André, que treina duas vezes por dia, em sessões de cerca de 1h30, além da parte física, explorada nos treinamentos funcionais.

A ONG CT Lugar Ao Sol recebe o apoio da Secretaria Municipal de Educação que sede a piscina do Centro de Atividades Educacionais e Comunitárias (Caec) Isabel Ortega para treinamentos, além do Conselho Municipal da Criança e do Adolescente (CMDCA) e da Assessoria de Políticas Públicas da Juventude, órgãos que integram a Prefeitura de Guarujá.