Renato Augusto e Fábio Santos podem perder estreia do Corinthians

Os dois, ao lado do volante Guilherme Andrade, fazem um trabalho à parte neste início de pré-temporada no clube

Comentar
Compartilhar
08 JAN 201419h27

O meia Renato Augusto e o lateral-esquerdo Fábio Santos não devem estar à disposição do técnico Mano Menezes na estreia do Corinthians no Campeonato Paulista, dia 19 de janeiro, contra a Portuguesa, no Canindé. Os dois, ao lado do volante Guilherme Andrade, fazem um trabalho à parte neste início de pré-temporada no clube - o elenco corintiano voltou das férias na última segunda-feira.

Nenhum dos três, por exemplo, participou de um treino no campo nesta quarta-feira, na primeira atividade com bola de 2014 - foi um treinamento de troca de passes. Mano Menezes observou o trabalho na beira do campo, enquanto o auxiliar técnico Sylvinho comandava os jogadores.

Renato Augusto recebe um cuidado especial do departamento médico devido ao histórico de lesões. Por isso, faz um trabalho diferenciado com fisioterapeutas e preparadores físicos. Já Fábio Santos passou uma cirurgia no púbis no final da temporada passada e ainda precisa de mais tempo para voltar a jogar.

Para o início da temporada, Mano Menezes deve apostar em Douglas ou Danilo para ocupar a vaga de Renato Augusto no meio-de-campo corintiano. No lugar de Fábio Santos na lateral esquerda, a ideia do técnico é dar chance a Uendel, que veio da Ponte Preta e é o único reforço já contratado.

Renato Augusto recebe um cuidado especial do departamento médico devido ao histórico de lesões (Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians)

Guilherme Andrade praticamente perdeu toda a temporada passada por conta de uma grave lesão. Ele fez uma cirurgia de ligamento cruzado no joelho direito em abril e só voltou a ser relacionado pelo técnico Tite nos últimos jogos de 2013. Agora, seria apenas opção de banco para Mano Menezes.

Presença certa desde o começo

O zagueiro Gil foi o único jogador do Corinthians que terminou 2013 valorizado. Apesar da mudança de treinador, com a troca de Tite por Mano Menezes, ele afirmou que espera manter sua regularidade na zaga, desde a estreia na temporada. Mas também projeta uma temporada melhor para todo o time. "Voltamos de férias com espírito renovado, descansamos e temos de focar no Campeonato Paulista", avisou.

A outra meta de Gil é mais modesta: marcar o primeiro gol pelo Corinthians. "Nem naquelas peladas de fim de ano eu fiz um gol, acho que estou guardando para 2014", brincou o zagueiro, em entrevista coletiva no CT Joaquim Grava nesta quarta-feira.

Embora tenha sido um dos atletas que mais atuaram no ano passado (70 jogos), ele nunca fez um gol pelo time, mesmo indo ao ataque seguidamente em cobranças de escanteio. "Vou trabalhar forte para conseguir isso", afirmou o zagueiro, titular absoluto da defesa corintiana.

Gil prevê dificuldades para conquistar o título paulista, não fala em favoritismo, mas vê o Corinthians com uma vantagem em relação aos rivais: a base do time está montada. "Todas as equipes estão fortes, mas temos um grupo formado, todos aqui estão fazendo o possível para entrar em forma e começar bem o campeonato", explicou o zagueiro.