Banner gripe

Possível adversário do Timão será conhecido sábado

Esperance, da Tunísia, e Al Ahly, do Egito disputam a grande final da Liga dos Campeões da África no sábado em busca de uma vaga no Mundial

Comentar
Compartilhar
15 NOV 201213h47

A torcida do Corinthians vai conhecer neste sábado (17) um dos possíveis adversários da equipe alvinegra na semifinal do Mundial. Em Túnis, capital da Tunísia, o Esperance vai receber o Al Ahly, do Egito, precisando apenas de um empate por 0 a 0 para conquistar o bicampeonato da Liga dos Campeões da África e, assim, garantir-se no torneio organizado pela Fifa.

A primeira partida decisiva foi disputada no último dia 4, na cidade egípcia de Alexandria, e terminou 1 a 1. O resultado foi ruim para o Al Ahly, mas poderia ter sido pior. Isso porque a equipe da casa estava atrás no placar e só conseguiu o empate a poucos minutos do fim. Neste sábado, o Al Ahly precisará vencer o Esperance ou conseguir um empate por 2 a 2 ou mais. Um novo resultado de 1 a 1 levará a decisão do título para a prorrogação e, se for necessário, para a disputa de pênaltis.
 
Atual campeão, o Esperance tenta obter seu terceiro título da Liga dos Campeões - o primeiro foi ganho em 1994. No ano passado, em sua primeira participação no Mundial, o time da Tunísia foi uma decepção. Na estreia, caiu diante do Al Sadd, do Catar, e teve de se contentar com a disputa do quinto lugar, que perdeu para o Monterrey, do México. 
 
O Al Ahly, por sua vez, é o clube mais poderoso da África. Maior vencedor da Liga dos Campeões, com seis títulos, o time egípcio já apareceu três vezes no Mundial - em 2005, 2006 e 2008. A melhor participação foi a de 2006, quando terminou em terceiro lugar (perdeu para o Internacional, na semifinal, e venceu o América, do México, na decisão da terceira colocação) e teve o artilheiro da competição, o atacante Aboutrika - que, aos 34 anos, continua sendo um dos destaques da equipe.
 
Depois do campeão africano, faltará só um time para fechar o quadro de participantes do Mundial: o vencedor do Campeonato Japonês, que entrará como representante do país-sede. Faltam três rodadas para o fim do torneio e a disputa é entre Sanfrecce Hiroshima e Vegalta Sendai, que está dois pontos atrás do rival. O campeão vai estrear no Mundial contra o Auckland City, da Nova Zelândia, e, se vencer, jogará contra o time da África.

Colunas

Contraponto