Milan vem ao Brasil para colocar Robinho no Santos e contratar Seedorf

O clube praiano teria manifestado novo interesse no atacante e o Rubro-negro europeu gostaria de se desfazer do jogador

Comentar
Compartilhar
25 DEZ 201318h10

O Milan aproveitará o costume de Adriano Galliani de passar o réveillon no Brasil para definir seu futuro. De acordo com o jornal La Gazzetta dello Sport, o dirigente negociará Robinho com o Santos e tentará garantir Seedorf, que está sem contrato com o Botafogo, como técnico do time na próxima temporada.

A publicação informa que o italiano já tem encontro marcado com Odílio Rodrigues, presidente em exercício do Peixe. O clube praiano teria manifestado novo interesse no atacante e o Rubro-negro europeu gostaria de se desfazer do jogador.

Para falar com Robinho, porém, a diretoria teria que passar por cima de um desentendimento entre ambos. Na metade deste ano, o atleta divulgou nota oficial avisando que não encontrou maneiras de lidar com esses dirigentes.

Já Seedorf é cotado como técnico do Milan há bastante tempo. Opção do presidente Silvio Berlusconi, o meia, que tem contrato com o Botafogo por mais seis meses, chegou a ser confirmado no cargo no clube italiano de acordo com o canal de televisão Sky Sports.

Galliani aproveitaria a passagem pelo Rio de Janeiro para definir os últimos detalhes do contrato do holandês, que atuou por dez temporadas no Milan. O veterano trabalharia na equipe a partir de julho e se tornaria desfalque do Botafogo caso o clube carioca chegue às quartas de final da Libertadores, que serão disputadas após a Copa do Mundo.

De acordo com o jornal La Gazzetta dello Sport, o dirigente negociará Robinho com o Santos (Foto: Reprodução Instagram)

O jornal La Gazzetta dello Sport, porém, não se mostra tão confiante na chegada de Seedorf. A publicação aponta o técnico da seleção, Cesare Prandelli, como outra opção para substituir o atual treinador do Milan, Massimiliano Allegri, que acaba de classificar o time para as oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa e ocupa a 13ª posição do Campeonato Italiano, a cinco pontos da zona de rebaixamento.