Irmãos Mello conquistam 4 medalhas no Sul-americano

Caratecas de Guarujá subiram quatro vezes ao pódio no 35º Campeonato Sul-americano de Artes Marciais, em Assunção, no Paraguai.

Comentar
Compartilhar
08 FEV 201311h34

Os jovens caratecas de Guarujá não param de dar orgulho para a Cidade. Os irmãos Pablo e Ramon Mello subiram quatro vezes ao pódio no 35º Campeonato Sul-americano de Artes Marciais, disputado dias 2 e 3 de fevereiro, em Assunção, no Paraguai.

Pablo, 15 anos, faixa preta, levou o ouro no combate e o bronze na disputa do Kata (luta de demonstração). Enquanto isso, Ramon, 10 anos, faixa verde, foi prata no Kata. Além das conquistas individuais, os jovens de Vicente de Carvalho ainda ficaram com o bronze na disputa por equipes de Kata.

“O mais difícil é lutar contra adversários de outras artes marciais. Você não sabe o que vem pela frente”, explicou Pablo. “Lutar contra um lutador de Kung Fu é muito difícil”, emendou Ramon.

Além das dificuldades do campeonato, os irmãos Mello passaram por cima de todos os tipos de obstáculos para representar o Brasil e a cidade de Guarujá no Sul-americano. Foram aproximadamente 60 horas de ônibus, somando as viagens de ida e volta, e um calor de cerca de 50 ºC dentro do ginásio de competição.

Focados - Este ano, os irmãos Mello ainda vão disputar o Pan-americano de Artes Marciais (Foto: Matheus Tagé/ DL)

“Nós chegamos na sexta à noite e eles já lutaram no sábado. Foi muito cansativo. E tivemos que treinar num espaço improvisado do hotel que acabou deixando os dois com bolhas nos pés. Eles se superaram”, conta Dona Vilma, mãe e técnica dos atletas.

E não é de agora que os irmãos Mello brilham no caratê. Em 2010, também em Assunção, Pablo fora vice-campeão na luta de combate, assim como Ramon. No entanto, o caçula ainda ficou com o ouro no Kata na ocasião.

Agora, os irmãos Mello, que são treinados pelo mestre Masahiro Shinzato, na Academia Okinawa Shorin-ryu, se preparam para os campeonatos Paulista e Brasileiro de caratê e para o Pan-Americano de Artes Marciais, que vai acontecer em São Paulo.

Pablo e Ramon contam com o apoio da Escola de Idiomas CNA, Colégio Ômega, Casa do Ciclista e Clínica Pronto-Odonto Atual.