Especulado por gigantes europeus, Malcom diz que quer ficar no Corinthians

O garoto não fez a pré-temporada com o restante do elenco porque estava com a seleção brasileira Sub-20 no Sul-Americano da categoria

Comentar
Compartilhar
12 MAR 201518h23

Maior revelação das categorias de base do Corinthians nos últimos anos, o atacante Malcom desperta o interesse de clubes como Chelsea, Arsenal, Manchester United e Barcelona, de acordo com a imprensa europeia. O Chelsea estaria disposto a pagar 20 milhões de libras (cerca de R$ 80 milhões) pelo jogador. O garoto de 18 anos, no entanto, não pretende deixar o time paulista tão cedo.

"Sonho fazer história aqui no Corinthians. Sonho em jogar na Europa, mas não agora. Quero ser ídolo aqui", disse o atacante nesta quinta-feira. Malcom foi o autor da vitória por 1 a 0 sobre o São Bernardo, quarta-feira, no Itaquerão, pelo Campeonato Paulista. Foi o primeiro gol do atacante no ano. Em 31 jogos pelo Corinthians, ele balançou as redes três vezes.

O garoto não fez a pré-temporada com o restante do elenco porque estava com a seleção brasileira Sub-20 no Sul-Americano da categoria e, por isso, perdeu espaço no time. A ideia inicial de Tite era que Malcom começasse o ano como titular, mas Emerson acabou conquistando a vaga durante o período de treinos nos Estados Unidos, em janeiro. "Não fui tão bem na seleção. Perdi um pouco, mas vou procurar dar meu melhor para recuperar meu espaço", prometeu o garoto.

O Corinthians volta a jogar sábado, no Itaquerão, quando recebe o Red Bull Brasil, pelo Campeonato Paulista. O time lidera o Grupo 2 com 22 pontos. Tite vai definir o time no treino da manhã desta sexta-feira.

Malcom diz que quer ficar no Corinthians (Foto: Agência Corinthians)