X

Esportes

Corinthians controla Goiás, vence por 1 a 0 e iguala pontuação do líder Palmeiras

No início do segundo tempo, o Corinthians tentou o segundo gol para dar tranquilidade no placar

Estadão Conteúdo

Publicado em 19/06/2022 às 18:34

Atualizado em 19/06/2022 às 18:38

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Rodrigo Coca/Corinthians TV

O Corinthians aproveitou a série de desfalques do Goiás, venceu o adversário por 1 a 0 neste domingo e igualou os 25 pontos do líder Palmeiras, que tem melhor saldo e um jogo a mais A partida na Neo Química Arena contou com a presença de Tite, técnico da seleção brasileira e ídolo do clube.

A equipe do técnico Vítor Pereira dominou as ações ofensivas desde o início de partida e não sofreu sustos. Aos 11, Róger Guedes escapou pela direita e cruzou na área com perigo. Tadeu não conseguiu tocar na bola e, na sequência, Mantuan finalizou em cima da zaga. Dois minutos depois, Cantillo cobrou escanteio, Renato Augusto desviou de cabeça, mas Guedes dividiu com Juan Pablo e a bola foi por cima do travessão.

A equipe de Vítor Pereira rodava a bola de um lado para o outro, mas faltava ser mais contundente nos passes decisivos. O gol saiu após uma roubada de bola de Cantillo, que acionou Róger Guedes. O atacante rolou para Adson chutar e Tadeu espalmar. Na sobra, o próprio Guedes finalizou, mas Caio Vinicius tentou bloquear o chute com um carrinho e a bola tocou em seu braço. Na cobrança, Fábio Santos mostrou toda a sua categoria e só deslocou o goleiro para abrir o placar.

No início do segundo tempo, o Corinthians tentou o segundo gol para dar tranquilidade no placar. Mantuan arriscou de fora da área e a bola raspou o travessão. Mas o Goiás esboçou uma pressão. Aos 15, Maguinho cruzou da direita e Pedro Raul testou a bola em cima de Cássio.

Com trinta minutos do segundo tempo, o torcedor do Corinthians até prendeu a respiração. Pedro Raul teve a camisa puxada por Robson dentro da área, mas a arbitragem não entendeu o lance como penalidade. O Corinthians soube controlar o jogo até o apito final.

Ainda se faz clara a necessidade de reforços em vários setores para a equipe seguir firme nas primeiras posições do Brasileirão, além do mata-mata da Copa do Brasil e também da Libertadores. Mas, apesar disso, o time novamente buscou um resultado importante e segue com ótimo desempenho em casa.

FICHA TÉCNICA

CORINTHIANS 1 X 0 GOIÁS

CORINTHIANS - Cássio; Rafael Ramos (Fagner), Gil (Robson), Raul Gustavo e Fábio Santos; Cantillo (Giuliano), Du Queiroz, Mantuan (Lucas Piton), Renato Augusto (Xavier) e Adson; Róger Guedes. Técnico: Vítor Pereira.

GOIÁS - Tadeu; Maguinho, Da Silva, Yan Souto e Juan Pablo (Elvis); Auremir (Luan Dias) e Caio Vinícius (Fellipe Bastos); Dieguinho, Vinícius e Dadá Belmonte (Pedro Junqueira); Pedro Raul. Técnico: Jair Ventura.

GOLS - Fábio Santos, 33 do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Maguinho, Caio Vinícius, Da Silva, Róger Guedes

ÁRBITRO - Braulio da Silva Machado.

RENDA - R$ 2.188.138.23

PÚBLICO - 35.900.

LOCAL - Neo Química Arena, em São Paulo (SP).

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

RIO DE JANEIRO

Gabriel Monteiro tem mandato de vereador cassado no Rio

Gabriel Monteiro teve o mandato de vereador do Rio de Janeiro cassado nesta quinta-feira por 48 votos a dois

Política

Segundo Datafolha, 51% dizem não votar em Bolsonaro de jeito nenhum, ante 37% em Lula

Em seguida vem Roberto Jefferson (PTB) e Ciro Gomes (PDT), ambos com 25%

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software