Chamado de "cachaceiro", Romarinho volta a treinar entre titulares

O atacante não pôde atuar contra o Santos porque cumpria suspensão. Banco no clássico, Alexandre Pato trabalhou entre os reservas de novo

Comentar
Compartilhar
31 OUT 201323h58

Do lado de fora do CT do Parque Ecológico, uma imitação de Romarinho bebia e interagia com mulheres, protesto de integrantes da organizada Camisa 12 contra os supostos hábitos noturnos do atacante. Dentro, na tarde de quinta-feira, ele voltava a treinar entre os titulares.

Chamado de “cachaceiro” pelos torcedores, que usavam narizes de palhaço, o jogador ocupou o posto que foi de Diego Macedo na última partida. Romarinho não pôde atuar contra o Santos porque cumpria suspensão. Banco no clássico, Alexandre Pato trabalhou entre os reservas de novo.

Na primeira atividade tática em preparação para o confronto com o Vitória, no domingo, em Salvador, Tite montou sua equipe com a seguinte disposição: Walter; Edenílson, Gil, Paulo André e Alessandro; Ralf e Guilherme; Romarinho, Douglas e Emerson; Renato Augusto.

Romarinho foi chamado de 'cachaceiro' pelos torcedores (Foto: Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians)

O treinador gostou da qualidade acrescentada por Renato como um falso centroavante no último final de semana. Sem ficar fixo dentro da área, o camisa 8 ajudou Douglas na armação e chegou à região perto do gol com frequência para criar problemas para a defesa do Santos.

Em Salvador, mais uma vez, o Corinthians não poderá contar com Fábio Santos, que apressou a volta de uma cirurgia no púbis e sentiu novos problemas na região. Também continuam fora, sem previsão de retorno, o goleiro Cássio e o centroavante Paolo Guerrero.