Bruno Henrique mira fim do jejum e pede raça em 'decisão'

Sem marcar desde a oitava rodada do Paulistão, o atacante espera ser decisivo para o Peixe no duelo da próxima segunda, contra a Macaca, no Pacaembu

Comentar
Compartilhar
08 ABR 2017Por Diário do Litoral16h25
Bruno Henrique mira fim do jejum e pede raça em 'decisão'Foto: Ivan Storti/SFC

O atacante Bruno Henrique, confirmado como titular para o confronto decisivo do Peixe contra a Ponte Preta, na próxima segunda-feira (10), no estádio do Pacaembu, espera findar um incômodo jejum de gols e garantir a classificação da equipe santista para a semifinal do Campeonato Paulista.

A última vez que ele balançou as redes foi na vitória sobre o São Bernardo, pela oitava rodada do torneio estadual. Na ocasião, em time recheado de reservas, o jogador foi destaque e marcou três vezes na goleada, por 4 a 1. De lá pra cá, porém, Bruno Henrique não voltou a balançar as redes.

“Atacante vive de gols, então sempre queremos marcar. Quero caprichar na segunda-feira para o gol sair e eu poder ajudar a equipe”, disse o atleta, em entrevista concedida ao site oficial do clube.

Derrotado, por 1 a 0, no jogo de ida, o Santos precisa de uma vitória por dois gols de diferença para assegurar a classificação à próxima fase. Vitória por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis. Para conseguir reverter a vantagem da Macaca, o atacante aposta na raça do elenco.

“Não faltará raça em campo. Temos que colocar o coração na ponta da chuteira e ir para cima. Vamos tirar tudo de dentro da gente para conseguir reverter este resultado”, completou.

Últimos testes

Visando a reação, o elenco do Peixe treinou com portões fechados neste sábado, no CT Rei Pelé. De acordo com a assessoria do clube, os jogadores intensificaram trabalhos de finalização e infiltração, além do exercício tático. Neste domingo, véspera da “decisão”, eles farão um treino mais leve.

O técnico Dorival Júnior quer aproveitar estes últimos dias para definir alternativas para o decorrer da partida. Em relação ao time titular, ele tem escalação praticamente definida. A tendência é que o lateral-esquerdo Zeca seja a única mudança em relação ao time que perdeu no duelo do último sábado. Com isso, o meia Jean Mota, que foi improvisado no setor, retorna ao banco de reservas.