Berlusconi se diz confiante com possível volta de Kaká ao Milan

Em entrevista, o dirigente classificou a volta do meia como um “sonho”.

Comentar
Compartilhar
20 JAN 201315h52

A possível volta de Kaká ao Milan ganhou um aliado de peso neste domingo: o presidente do clube italiano, Silvio Berluconi. Em entrevista ao canal de televisão Sky, o dirigente se disse “otimista” com a possibilidade de o brasileiro retornar à equipe, o que classificou como um “sonho”.

“Kaká não é só um grande jogador, é também uma grande pessoa, que sempre esteve nos nossos corações. A torcida sonha com o retorno dele, e eu também sonho muito. Estou otimista porque o Real Madrid é um problema para ele. Nós somos capazes de recuperá-lo e torná-lo grande de novo”, disse.

O discurso de Berlusconi contrastou com a postura mais cautelosa adotada pelo vice-presidente do Milan, Adriano Galliani, nos últimos dias. O dirigente repetiu diversas vezes ao longo da semana que grandes quantias ainda separavam a pedida salarial de Kaká e os vencimentos oferecidos pelo clube.

Nos últimos dias, circulou na imprensa europeia a notícia de que o Real Madrid teria a intenção de emprestar, sem custos, o brasileiro ao Milan. O próprio Kaká, inclusive, estaria disposto a ganhar na equipe italiana menos do que os supostos 10 milhões de euros (aproximadamente R$ 27 milhões) que recebe no clube espanhol. Ainda assim, os rossoneros teriam estabelecido um teto salarial abaixo da quantia pretendida pelo brasileiro.

Berlusconi se disse “otimista” com a volta de Kaká (Foto: Divulgação)