Vacinação contra a covid conta com mais um polo em Praia Grande

Sesap reforça que não há necessidade de chegada antecipada aos locais

Comentar
Compartilhar
03 MAR 2021Por Da Reportagem15h07
Os idosos acima de 90 anos que já completaram o período mínimo de espera de 21 dias, já podem retornar aos polos de vacinação para aplicação da segunda dosOs idosos acima de 90 anos que já completaram o período mínimo de espera de 21 dias, já podem retornar aos polos de vacinação para aplicação da segunda dosFoto: Tânia Rego/Agência Brasil

Nesta quarta-feira (3), um novo grupo será contemplado na vacinação contra a covid-19: os idosos acima de 77 anos e, também nesta data, mais um polo de vacinação começa a funcionar na Academia da Saúde do Maracanã- Rua César Rodrigues Reis, s/nº, no Bairro Maracanã, ao lado da Usafa.

Todos os idosos acima de 77 anos, que vão tomar a primeira ou a segunda dose, podem procurar um dos quatro polos que atendem exclusivamente esse público: Polo Conviver Boqueirão, Polo Conviver Guilhermina, Polo Conviver Caiçara e o Polo Acedemia da Saúde Maracanã, das 9h às 16h. A Secretaria de Saúde Pública (Sesap) de Praia Grande recomenda que o público a ser vacinado se dirija aos locais com tranquilidade, dentro do horário de funcionamento, não havendo necessidade de chegada ao local antes do horário de abertura, evitando assim, filas e aglomerações.

Os idosos acima de 90 anos que já completaram o período mínimo de espera de 21 dias, já podem retornar aos polos de vacinação para aplicação da segunda dose.

Aqueles com dificuldade de locomoção, poderão ser vacinados dentro do carro, basta que alguém solicite para a equipe no local.

É necessário que todos levem documento pessoal, comprovante de residência e preferencialmente preencham em casa o cadastro no site do Governo do Estado: http://vacinaja.sp.gov.br.

Os polos de vacinação funcionam de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h. Confira os locais:

Polo 1: Conviver Boqueirão: Av. Presidente Castelo Branco, s/nº (esquina com Rua Pernambuco)

Polo 2: Conviver Guilhermina: Rua Praia dos Sonhos, nº 245

Polo 3: Conviver Caiçara: Rua Maria Antunes Navarro, s/nº (esquina com a Rua São Domingos)

Polo 4: Academia da Saúde do Maracanã- Rua César Rodrigues Reis, s/nº, no Bairro Maracanã, ao lado da Usafa.

Cadastro - Para agilizar a vacinação, é recomendado que todos se cadastrem no site http://vacinaja.sp.gov.br.

Acamados– A vacinação de acamados será realizada em domicílio por equipes específicas durante os finais de semana. Para aqueles que já são atendidos por alguma Unidade de Saúde da Família (Usafa), basta aguardar a visita da equipe para aplicação da vacina.
Aqueles que nunca passaram em uma Usafa, qualquer parente ou amigo, poderá procurar a unidade mais próxima, realizar o cadastro e aguardar a vacinação no domicílio.

Trabalhadores da Saúde - Os trabalhadores da Saúde que receberam a 1ª dose da vacina contra a covid-19 nos dias 8,9 e 10 de fevereiro já podem procurar o Polo de Vacinação Parque da Cidade para receber a 2ª dose, a partir de terça-feira (2). O Parque da Cidade fica na Rua José Bonifácio, bairro Sítio do Campo, em frente ao Terminal Rodoviário Tude Bastos. Foram enviadas pelo Estado 2200 doses para contemplar especificamente esse grupo.

 A área de vacinação foi montada na quadra de Bocha que fica dentro do Parque. “É importante ressaltar que nesse momento apenas aqueles que foram vacinados nesses três dias: 8,9 e 10 fevereiro, compareçam ao polo. Aos demais, pedimos que aguardem a divulgação da data, de acordo com o envio de doses pelo Estado”, orienta a secretária adjunta de Atenção Básica, Bruna Renó.

É necessário que todos apresentem a carteirinha de vacinação onde está registrada a 1ª dose, além de documento pessoal com foto, comprovante de residência e comprovante de trabalho em serviço de saúde (carteira do conselho de classe, holerite, comprovante de trabalho em serviço de saúde, declaração de estágio em serviço de saúde no caso de estudantes). O horário de vacinação vai das 9h às 16h de segunda a sexta-feira.

Abertura de novos polos - De acordo com a Secretaria de Saúde Pública (Sesap), a abertura de novos polos só é possível a partir do envio de mais doses pelo Governo do Estado de São Paulo. “Não há doses suficientes para serem distribuídas em muitos polos. Nós não sabemos quando as doses chegam e nem a quantidade. Até o momento, estamos recebendo um número limitado de doses que não comporta a abertura de novos locais de vacinação”, explica o secretário da pasta Cleber Suckow Nogueira.

Nogueira comenta que o número reduzido de vacinas e a falta de informações antecipadas prejudicam uma possível ampliação dos polos neste momento. “A gente se organiza conforme as diretrizes do Estado, ficamos sabendo apenas no dia a quantidade de vacinas que virão, o que impede de realizar um planejamento maior”, explicou.

As 30 Unidades de Saúde da Família (Usafas), neste primeiro momento, não fazem parte do esquema de vacinação pois além da pouca quantidade de vacina para ser distribuída em 30 polos, as Usafas, além de toda a rotina com consultas, realização de procedimentos e outras vacinas, estão atendendo casos leves a moderados de síndromes gripais e realizando testes de covid-19.