X
Cotidiano

Cresce número de cidades em emergência por dengue em São Paulo

Em Sorocaba, a prefeitura autorizou agentes sanitários a entrarem em casas fechadas para combater o mosquito

A prefeitura de Estrela D'Oeste, na região de São José do Rio Preto (SP), decretou estado de emergência em razão do aumento nos casos de dengue, elevando para onze o número de cidades paulistas que reconhecem oficialmente a epidemia. Treze pessoas morreram no interior do Estado com suspeita de dengue. Também decretaram emergência na mesma região os municípios de Catanduva Guararapes, Tanabi, Penápolis e Neves Paulista. Sete das mortes suspeitas ocorreram nessa região.

Em Sorocaba, a prefeitura autorizou agentes sanitários a entrarem em casas fechadas para combater o mosquito. A cidade, de 637 mil habitantes, é a maior do Estado em emergência pelo elevado número de casos. O último boletim, na semana passada, registrava 816 casos confirmados e mais de mil suspeitos. Em Marília, no centro-oeste paulista, a prefeitura montou um posto de atendimento exclusivo para casos de dengue. Mais de 1,4 mil casos confirmados e duas mortes suspeitas levaram a prefeitura a decretar emergência.

A prefeitura de Paraguaçu Paulista, no oeste do Estado, usou o decreto de emergência para convocar médicos, clínicas e laboratórios particulares para auxiliar no atendimento a mais de mil pessoas com dengue. Também foram contratados 30 agentes de saúde e o prazo para limpeza de terrenos foi reduzido para 24 horas. Uma varredura inspeciona todos os imóveis da cidade e, em caso de negativa, é lavrado boletim de ocorrência para requisição de força policial.

Limeira, região de Campinas, atingiu nível de epidemia com mais de 900 casos confirmados e também está em emergência. Houve duas mortes suspeitas, mas em uma delas, embora o paciente também tivesse dengue, a causa foi confirmada como febre maculosa. Ubirajara e Pindamonhangaba já transformaram a emergência em calamidade pública. No topo da lista do Ministério da Saúde por ter quase 7% da população infectada pela dengue, a prefeitura de Trabiju não decretou emergência. O departamento de Saúde considera que a situação "está sob controle".

Treze pessoas morreram no interior do Estado com suspeita de dengue (Foto: Agência Brasil)

Deixe a sua opinião

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Brasil

Bolsonaro participa da formatura de cadetes do Exército na Aman

Os 391 cadetes são do 4º ano da Turma Dona Rosa da Fonseca

Mundo

Nova York tem explosão de casos de covid-19 e governo culpa não vacinados

"Continuamos a ver sinais de alerta de picos de covid neste inverno e, embora a nova variante ômicron ainda não tenha sido detectada no estado de Nova York, ela está chegando", escreveu a governadora

©2021 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Layout

Software