Após 192 horas de combate, bombeiros anunciam fim do incêndio na Alemoa

O fogo em tanques de combustíveis da empresa Ultracargo, na área industrial de Santos, teve início na quinta-feira da semana passada (2/4). As causas ainda são apuradas

Comentar
Compartilhar
10 ABR 201516h59

Após oito dias, chega ao fim um incêndio de grandes proporções em tanques de combustíveis na empresa Ultracargo, na Alemoa, em Santos. O anúncio oficial feito nesta tarde (10/4), na Prefeitura de Santos, pelo Corpo de Bombeiros, e contou com a presença do prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, e representantes dos órgãos envolvidos na operação de contenção do fogo. A previsão é de que o rescaldo do incêndio dure cerca de uma semana.

“Agradeço o empenho de todos que se mobilizaram no comprometimento de atender prontamente ao combate do incêndio”, reforçou o prefeito Paulo Alexandre Barbosa.

As equipes do Corpo de Bombeiros e da Defesa Civil ainda permanecerão no local para realização do monitoramento térmico dos tanques instalados na área industrial da Alemoa. A proposta é manter o gerenciamento de riscos para garantir o resfriamento do local, o que deverá ocorrer por mais alguns dias.

Combate às chamas durou 192 horas (Foto: Matheus Tagé/DL)

Atualmente, cerca de 140 bombeiros, além de brigadistas de várias empresas e técnicos da Defesa Civil, da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb), da Capitania dos Portos. O fogo em tanques de combustíveis da empresa Ultracargo, na área industrial da Alemoa, teve início na quinta-feira da semana passada (2/4). As causas ainda são apuradas.