SABESP AGOSTO MOB

Rosana Valle - Atenção aos morros de Santos

A Cidade tem 17 morros que precisam da atenção constante do Poder Público

Comentar
Compartilhar
28 JUL 2020Por Da Reportagem07h07
Foto: DIVULGAÇÃO

Se Santos chegou aos dias de hoje devemos, também, ao Monte Serrat e ao Morro do São Bento, onde os moradores da Cidade, nos primórdios da colonização, se refugiaram dos ataques dos piratas e deram continuidade à formação do núcleo urbano. 

Além de pontos turísticos, culturais e religiosos importantes, o Monte Serrat e o Morro do São Bento também abrigam famílias que vivem em área de encostas e sofreram muito nas últimas chuvas.

Por isso, quero prestar contas à população do meu pedido à Secretaria Nacional de Defesa Civil para a liberação de recursos para recuperação das encostas nos  morros São Bento e Monte Serrat. 

Recebi semana passada a confirmação, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, que conseguimos R$ 2 milhões e 886 mil para obras nas áreas expostas, que foram afetadas nas chuvas de março.

A Defesa Civil Nacional informou que R$ 2,1 milhões  serão aplicados na reconstrução de proteção de encosta do Morro São Bento, nas ruas Santa Marta e Santa Mercedes e na Viela Florentino Diegues Gonçalves. 

O secretário-adjunto de Infraestrutura e Edificações da Prefeitura de Santos, Nilson Barreiro, explicou que haverá obra de reconstrução do sistema de drenagem e contenção da encosta. 

Além de preservar as residências na parte superior do morro, essas intervenções, assim que finalizadas, podem fazer com que o Centro Esportivo Marina Magalhães, que fica no sopé do Morro São Bento, possa voltar a ativa. Por conta dos escorregamentos, o Centro Esportivo foi interditado e as atividades com a comunidade local foram prejudicadas. 

Ali a comunidade participa de projetos esportivos e sociais. Com a recuperação, dezenas de jovens e crianças poderão retornar suas atividades. 

Outro recurso, no valor de R$ 786 mil, será aplicado no restabelecimento do prédio da subprefeitura SUP-ZOI, no Monte Serrat. Haverá intervenção na parte voltada às encostas, pois o deslizamento atingiu parte do prédio. 

Serão refeitos o telhado, a parede externa e o murro de arrimo, além de obras internas, como laje e portas. Tudo para que o local possa voltar a funcionar com segurança. Hoje, os funcionários estão atendendo provisoriamente em outro endereço. 

No momento está andamento o processo licitatório para contratação da empresa que irá assumir a execução do serviço. As obras devem começar em dois meses.

Continuarei pedindo mais ajuda para os morros afetados pelas chuvas. Tão logo tenha mais novidades voltarei a informar. A Cidade de Santos tem 17 morros e considero todos como bairros muito importantes, onde vive uma população trabalhadora, com muitos talentos, e que precisa da atenção constante do Poder Público.

Rosana Valle, deputada federal