Suspeito pela morte de aluno da PM em São Vicente é preso

Após a captura, a Polícia Civil apreendeu quase 100 quilos de entorpecentes

Comentar
Compartilhar
13 JUN 2017Por Gilmar Alves Jr.20h34
Os investigadores apreenderam maconha, cocaína, crack e munições de diversos calibres em uma casa usada como depósito do tráficoFoto: Divulgação/Polícia Civil

Suspeito pelo assassinato do aluno-soldado da Polícia Militar Edivaldo Pedro dos Santos, de 31 anos, Rosivaldo Rodrigues da Silva, o Val, de 32, foi preso pela Polícia Civil no início da manhã desta terça-feira (13) na Área Continental de São Vicente.

Ele nega o crime, cometido em 2 de maio no bairro Catiapoã, mas uma testemunha ocular do homicídio o indica como autor do crime.  A testemunha foi ouvida pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos, que conduz o inquérito do caso e requereu à Justiça a prisão temporária de Val. O mandado foi expedido pelo juiz Alexandre Torres Aguiar, da 1ª Vara Criminal de São Vicente.

Por volta das 6h30 desta terça, policiais sob o comando do delegado Luiz Ricardo de Lara Dias Júnior, titular da DIG, e do investigador Paulo Carvalhal fizeram um cerco na casa de Val, no Quarentenário, e impediram a fuga dele. O suspeito, segundo os policiais, tentou fugir pelo telhado de uma casa vizinha, mas a estrutura não suportou o peso dele, que foi capturado logo após cair.

Entorpecentes

Cientes do vínculo de Val com um comandante do tráfico de drogas, policiais chegaram a uma casa na Rua Lourival Moreira do Amaral, no Parque São Vicente, onde apreenderam quase 100 quilos de drogas, entre maconha, cocaína e crack, e munições de diversos calibres.

Ele foi autuado em flagrante por tráfico de drogas, associação ao tráfico e posse ilegal de munição de uso restrito. O comparsa de Val não foi achado, mas foi indiciamento indiretamente pelos mesmos crimes.

Colunas

Contraponto