02h : 21min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Dracena mostra confiança em virada: “O torcedor sairá do Palestra feliz”

Na manhã desta quarta-feira, o zagueiro Edu Dracena se mostrou focado em deixar felizes os 30 mil torcedores que já garantiram ingressos para o Palestra Itália

Comentar
Compartilhar
19 ABR 2017Por Agência Brasil17h00
'O meu lema e o do Palmeiras é não desistir jamais. Vamos até o apito final', disse o bequeFoto: Fernando Dantas/Gazeta Press

O torcedor do Palmeiras já mostrou que está confiante na virada do Verdão sobre a Ponte Preta, neste sábado, pelo Campeonato Paulista, e os atletas alviverdes também estão sendo contagiados por essa segurança. Na manhã desta quarta-feira, o zagueiro Edu Dracena se mostrou focado em deixar felizes os 30 mil torcedores que já garantiram ingressos para o Palestra Itália.

“O meu lema e o do Palmeiras é não desistir jamais. Vamos até o apito final. Iremos fazer totalmente diferente do que fizemos contra a Ponte Preta no primeiro jogo. Faremos com que os torcedores que compraram mais de 30 mil ingressos saiam felizes e contentes pelo que vamos apresentar em campo, e que a gente consiga a classificação à final”, disse o beque.

Nas redes sociais, a torcida do Palmeiras criou uma campanha com a hashtag #AtéoApitoFinal, em que defende que o Verdão siga acreditando na classificação apesar da derrota por 3 a 0 no primeiro jogo. Nesta temporada, o Palmeiras já mostrou poder de reação em dois jogos decisivos. Pela Copa Libertadores, o Verdão venceu o Jorge Wilstermann e o Peñarol, ambos no Palestra Itália, com gols decisivos saindo aos 50 e 54 minutos, respectivamente.

“Vamos lutar até o fim. Tudo pode acontecer no futebol. Acredito muito no Palmeiras, na torcida, que vai fazer uma diferença grande. Eles vão ser essenciais pela classificação, porque eles contaminam o time. Nos jogos da Libertadores, foi sensacional o clima que se criou no Allianz Parque. É gostoso jogar assim, partidas decisivas, quando não se pode errar. Nestas horas vemos o grande jogador, a importância de um grupo forte como é o do Palmeiras”, completou.

O Palmeiras retorna após dois dias de folga e treina na manhã desta quarta-feira, na Academia de Futebol, em atividade fechada para a imprensa. No sábado, o Verdão encara a Ponte Preta, às 19h (de Brasília), no Estádio Palestra Itália. Após perder o primeiro jogo por 3 a 0, em Campinas, o Alviverde precisa de uma goleada por quatro gols de diferença para avançar, ou um triunfo por três tentos de vantagem para levar a decisão para os pênaltis.

Colunas

Contraponto