11h : 07min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Bruno Henrique não se vê pronto, mas se coloca à disposição para domingo

Apresentado como novo reforço, nesta segunda-feira, o atacante disse que ainda está abaixo fisicamente, mas pretende estrear contra o RB Brasil, no próximo dia 12

Comentar
Compartilhar
06 FEV 2017Por Alyson Gonçalo14h05
Bruno Henrique não se vê pronto, mas se coloca à disposição para domingoFoto: Matheus Tagé/DL

 Após longo período de negociações com o Wolfsburg (ALE), o Santos pôde, enfim, apresentar o atacante Bruno Henrique, novo reforço do clube para 2017. Em conversa com os jornalistas na tarde desta segunda-feira, na sala de imprensa do CT Rei Pelé, o jogador mostrou felicidade com o acerto e colocou-se à disposição para estrear, neste domingo, contra o Red Bull Brasil.

Em relação à documentação, o jogador já tem a situação regularizada junto à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e pode ficar à disposição no final de semana. O problema, porém, é que Bruno ainda está recuperando a melhor forma física. Ele treinou com bola pela primeira vez no gramado, nesta segunda, mas ainda está abaixo em relação ao restante do elenco.

“Eu estava treinando. É um pouco diferente da Europa. Lá estava nevando e aqui está muito sol. Durante essa semana vou trabalhar intensamente para o Dorival (Júnior) contar comigo para este domingo. Pronto eu não estou, mas posso corresponder se for para o jogo. Pelo menos algum tempo”, afirmou o atleta, em entrevista coletiva.

Apesar de se colocar à disposição, Bruno Henrique sabe que não terá vida fácil no clube. Isso porque os titulares Vitor Bueno e Copete, que atuam pela beirada do campo, foram bem na estreia e têm a confiança do técnico Dorival Júnior. Além disso, o Peixe conta com outras boas opções para o setor, como Thiago Ribeiro, Arthur Gomes e o colombiano Vladimir Hernández.

“Fui bem no Goiás, em 2015, e o Santos tentou me trazer, mas acabei indo para a Europa. O Dorival falou meu nome novamente este ano e me ajudou a vir para o clube. Me motivou muito o Santos ter ido atrás de mim de novo. Não vim tomar o lugar de ninguém”, completou.

Aos 26 anos, o jogador assinou contrato até 31 de janeiro de 2021. O clube desembolsará cerca de R$ 13,5 milhões por 100% dos direitos econômicos do atleta. Ele utilizará a camiseta de número 27, em homenagem à data de casamento com a sua esposa.

Colunas

Contraponto