20h : 49min

Conheça o
Caderno + DL

Ler

Assine o Jornal por R$8
por mês no plano atual

AssineLer Jornal

Dia do Livro Infantil: 5 sugestões para ler em casa com a família

Títulos estão disponíveis nas bibliotecas da rede estadual; na capital, uma sacola ‘viajante’ é utilizada para incentivar a leitura fora da escola

Comentar
Compartilhar
18 ABR 2017Por Da Reportagem14h15

Nesta terça-feira (18), é Dia Nacional do Livro Infantil. A data foi escolhida em homenagem a Monteiro Lobato, criador da Emília e de outros personagens marcantes da literatura brasileira. Na rede estadual paulista, a leitura é incentivada dentro e fora das escolas. Contação de histórias, teatro com fantoches e até uma ‘sacola viajante’ são estratégias adotadas por professores para ampliar a imaginação e formar um novo público leitor.

Foi o que fez a E.E. Professor Demosthenes Marques, na capital. Na unidade, estudantes são convidados a participar do projeto “Coruja da Leitura”. A ideia é simples: a cada semana, eles escolhem e levam na sacola um livro entre as centenas disponíveis na sala. Em casa, pais e responsáveis são incentivados a produzir com as crianças desenhos e textos sobre a obra.

A experiência também pode ser compartilhada em qualquer escola. Nas classes de Anos Iniciais (1º ao 5º), o acervo com livros, revistas e gibis fica na própria sala de aula e é livre a qualquer hora. Veja 5 sugestões de livros:

O rei de Quase-Tudo (Eliardo França): a história de um rei que queria ter tudo ajuda a trabalhar temas universais como paz, solidariedade e generosidade. A obra traz ainda belas aquarelas que despertam o imaginário infantil.

Trava-trela (Ciça): O livro brinca com a língua portuguesa de forma divertida e rimada, recheado de trava-línguas e poesia. 

Como nasceram as estrelas: doze lendas brasileiras (Clarice Lispector): Mais conhecidas por temas adultos, a obra oferece uma leitura mais atraente ao público jovem sobre o folclore brasileiro.

Lendas da África moderna (Heloisa Pires Lima e Rosa Maria Tavares Andrade): Contos e lendas da África são narrados por heróis e heroínas. Cada capítulo é uma viagem ao imenso continente.

Historietas assombradas (para crianças malcriadas) (Victor Hugo Borges): Inspirado em Neil Gaiman e Tim Burton, as histórias assombradas ganham vida e misturam monstros com personagens da cultura popular.

Colunas

Contraponto