X

SAÚDE

Deu ruim! Beber cerveja pode diminuir volume de cérebro, revela estudo

Alto consumo de álcool sempre foi associado com problemas como atrofia cerebral e perda neural

Da Reportagem

Publicado em 08/03/2022 às 13:35

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O estudo define consumo leve ou pesado considerando uma lata de cerveja ou uma taça de vinho como um total de duas unidades de álcool / Marcos Santos/ USP Imagens

Beber álcool de forma diária e em doses consideradas praticamente mínimas por bons apreciadores de bebidas pode resultar em diminuição do volume de cérebro. Ao menos é isso que um estudo publicado na última sexta-feira (4) no portal da revista Nature aponta.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

De acordo com o artigo, alto consumo de álcool sempre foi associado com problemas como atrofia cerebral, perda neural e uma integridade pobre de fibra de massa branca. Entretanto, existe evidência de que consumo que pode ir de leve a médio pode também representar em associações negativos relacionadas à estrutura cerebral.

O estudo define consumo leve ou pesado considerando uma lata de cerveja ou uma taça de vinho como um total de duas unidades, enquanto uma dose de destilados representa uma única unidade de álcool.

A partir disso, os pesquisadores passaram a acompanhar imagens dos cérebros de idosos e adultos onde ficou identificado que mesmo quando existe baixo consumo de álcool já é possível notar alterações nas estruturas do cérebro.

Em resumo, todos os pacientes que efetuavam o consumo de três unidades de álcool apresentou redução na massa cinzente e também na massa branca, fazendo com o que o cérebro dessas pessoas aparentasse ser até 3,5 anos mais velho do que realmente era. Esse número subiu para 10 anos mais velho quando as doses ingeridas passavam de quatro.

O artigo completo em inglês pode ser conferido no site da Nature.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Nacional

Nunes lidera corrida eleitoral em SP, seguido por Boulos e Tabata

Atual prefeito tem 26% das intenções de voto do eleitorado paulistano; Boulos aparece com 17%, seguido por Tabata, com 10%

Esportes

Santos chega a acordo e transfer ban acaba

O alvinegro agora pode inscrever jogadores na Série B

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter