X

Automotor

Linha 2024 do Toyota Corolla Cross custa a partir de R$ 158.290

O Toyota Corolla Cross chega à linha 2024 com a condição de automóvel eletrificado mais vendido do Brasil

Daniel Dias - AutoMotrix

Publicado em 12/03/2023 às 10:00

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Na versão híbrida, o Corolla Cross une um motor 1.8 flex de 101 cavalos a dois elétricos com 72 cavalos / Divulgação

A Toyota do Brasil confirma a chegada da linha 2024 do Corolla Cross. Em suas versões XRV Hybrid e XRX Hybrid, o utilitário esportivo médio é atualmente líder de vendas entre os veículos eletrificados no país. Disponível também nas configurações com motor a combustão XR, XRE e GR-Sport, o modelo desembarca nas concessionárias com preços a partir de R$ 158.290, na XR. Os valores da gama do modelo se completam com a XRE a R$ 172.690, a GR-Sport a R$ 192.890, a XRV Hybrid a R$ 199.690 e a XRX Hrybrid a R$ 207.790. A linha Corolla Cross 2024 tem as opções de cores Branco Polar, Vermelho Granada, Cinza Granito, Preto Infinito, Prata Lua Nova, Branco Lunar. Já a GR-Sport tem exclusivamente o Preto Infinito, o Branco Lunar Dual Tone e o Vermelho Granada Dual Tone. O Corolla Cross é o único SUV fabricado no Brasil com a opção de motorização híbrida flex, que faz a sinergia entre propulsão elétrica – sem recarga externa – e motor por combustão interna, com possibilidade de usar um combustível renovável de baixa pegada de carbono, o etanol.

Produzido em Sorocaba (SP), o Corolla Cross foi apresentado em 2021, se tornando em seguida o Toyota mais emplacado do país, superando inclusive o Corolla sedã – no primeiro bimestre deste ano, por exemplo, o SUV teve 5.939 vendas ante as 5.085 do três volumes. Segundo dados da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave), no acumulado de 2022, o modelo foi o décimo quinto carro de passeio mais emplacado do Brasil, com 42.506 unidades. Destas, 12.507 foram das versões híbridas. Com o modelo, a Toyota do Brasil foi capaz de reforçar sua estratégia de crescimento sustentável na América Latina e no Caribe, atendendo 22 países da região, como Argentina, Uruguai, Chile, Colômbia, Honduras, Nicarágua, Panamá.

Com 4,46 metros de comprimento, 1,82 metro de largura, 1,62 metro de altura, 2,64 metros de distância de entre-eixos e porta-malas de 440 litros, o SUV que herdou o nome do sedã – o carro mais vendido da história da indústria automotiva mundial – segue como destaque na estratégia de eletrificação da Toyota no Brasil. O Corolla Cross e o sedã, seu companheiro de plataforma, são os únicos modelos híbridos flex do mercado produzidos no país. Conforme dados da Associação Brasileira do Veículo Elétrico (ABVE), o mercado de eletrificados somou 4.503 unidades vendidas em janeiro deste ano, com os dois híbridos da marca japonesa respondendo por 27,3% desse total.

Seguindo um conceito urbano focado na robustez e elegância, sem perder o conforto, o Corolla Cross híbrido é equipado com um motor 1.8 VVT-i 16V de ciclo Atkinson flex, com 101 cavalos de potência quando abastecido com etanol e 98 cavalos com gasolina, ambos a 5.200 rotações por minuto, e 14,5 kgfm de torque a 3.600 rpm (com os dois tipos de combustível). O conjunto acrescenta dois motores elétricos (MG1 e MG2) de 72 cavalos de potência e 16,6 kgfm de torque, garantindo, de acordo com a Toyota, aceleração suave, bom consumo e conforto ao rodar em qualquer tipo de condução. Nas variantes híbridas, o Corolla Cross tem sistema de freios regenerativos, que acumula a energia cinética gerada pelas frenagens e a transforma em elétrica, alimentando a bateria e oferecendo mais autonomia no modo 100% elétrico. As XR e XRE têm o motor 2.0 Dynamic Force flex de quatro cilindros com 177 cavalos de potência com etanol e 169 cavalos a gasolina – os dois a 6.600 rpm – e torque de 21,4 kgfm independentemente do combustível, entregue aos 4.400 giros. A transmissão é do tipo CVT com simulação de 10 marchas.

A tecnologia de segurança ativa Toyota Safety Sense (TSS) equipa de série todas as versões do Corolla Cross, incluindo o Sistema de Pré-Colisão Frontal (PCS), que utiliza câmera e radar de ondas milimétricas para detectar outros veículos. Com a possibilidade de uma colisão, ele alerta o motorista por meio de avisos sonoros e visuais e ativa a assistência de frenagem para evitar ou reduzir os danos. O sistema detecta ainda pedestres e ciclistas. O TSS soma o Sistema de Assistência de Permanência de Faixa (LTA), com função de Alerta de Mudança de Faixa (LDA), os faróis altos automáticos e o controle de cruzeiro adaptativo (ACC), semelhante ao “cruise control”, que permite a condução a uma velocidade constante pré-determinada. O ACC usa o radar de ondas milimétricas montado na grade frontal e a câmera projetada a bordo para detectar veículos, calcular sua distância e ajustar a velocidade para ajudar a manter uma distância segura.

O Corolla Cross tem assistente de partida em rampas, rodas de liga leve de 17 polegadas, duas entradas USB traseiras, painel de instrumentos com tela colorida de TFT de 4,2 polegadas e central multimídia Toyota Play de 8 polegadas com espelhamento para Android Auto e Apple CarPlay por fio. A partir da XRX, o painel de instrumentos tem tela digital de 7 polegadas. O SUV conta com extensa lista de itens de conforto, conveniência, tecnologia e segurança, dando ao modelo a condição de ser um dos automóveis mais completos de sua categoria. Desde a versão de entrada XR, o SUV conta com itens de segurança ativa e passiva desde o ano passado. Todas as configurações são equipadas com ar-condicionado digital automático com saída traseira, banco do motorista com regulagem para seis ajustes – como altura, distância e inclinação –, o do passageiro dianteiro com regulagem manual para quatro ajustes e direção eletro-assistida progressiva.

A Toyota oferece o Corolla Cross 2024 também para aluguel, por meio da Kinto e de seus serviços “One Personal”, de assinatura de veículos zero-quilômetro, “One Fleet”, focado em gestão de frotas corporativas, e “Share”, para clientes que precisam alugar modelos da marca por horas, dias ou semanas. As diárias do modelo têm preços a partir de R$ 329, com toda a operação feita pelo Kinto Share Latam. No “One Personal”, a assinatura parte de R$ 4.223, já no “One Fleet”, os preços se iniciam em R$ 3.451 por mês.

Leia esta matéria também na Gazeta de S. Paulo

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Diário Mais

Saiba quantas calorias têm os seus lanches favoritos do McDonald´s

Informações foram retiradas do próprio site da rede de fast-food

Diário Mais

Mau presságio? Branqueamento de corais pode ser sinal da morte dos oceanos; entenda

Estruturas são a base do Oceano

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter