Sintracomos denuncia acidentes de trabalho

Sindicalista pede providências para reduzir acidentes no setor da construção civil durante visita do ministro do trabalho, Manoel Dias, a Santos

Comentar
Compartilhar
02 ABR 201410h45

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores na Construção Civil de Santos, (Sintracomos), Marcos Braz de Oliveira, Macaé, entregou  propostas ao ministro do Trabalho, Manoel Dias, para a redução de acidentes de trabalho no setor da construção civil.

Macaé disse ao ministro, que para começar a mudança, é preciso alterar a legislação previdenciária e aumentar o número de fiscais do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

A proposta foi feita, na segunda feira, durante visita de Manoel Dias a Baixada Santista, para reativar a Fundacentro em Santos.

Os acidentes de trabalho, com vítimas fatais, aumentaram, nos últimos anos  no setor da construção civil, principalmente entre as empreiteiras do Polo Industrial de Cubatão.

Macaé, aproveitou a visita do ministro Manoel Dias, para denunciar os acidentes de trabalho (Foto: Divulgação)

Marcos Braz de Oliveira entregou ao ministro do trabalho um ofício com algumas considerações e sugestões sobre o assunto.

“O principal motivo dos acidentes é o pouco caso das empresas com as condições trabalho”, disse Macaé.

“Toda empresa deveria ser obrigada a pagar o salário do empregado, em caso de afastamento por acidente do trabalho ou doença profissional, em vez dessa responsabilidade caber ao INSS”, diz o ofício entregue ao ministro.