Sem aumento real nos benefícios, empréstimo consignado cresce

Foram quase R$ 40 bilhões emprestados por aposentados do INSS até novembro de 2013

Comentar
Compartilhar
04 FEV 201411h27

Diante da situação de achatamento das rendas mensais e sem conseguir do governo aumento real, os aposentados aumentam ainda mais seus endividamentos nos empréstimos consignados.

As operações de crédito consignado realizadas por aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) totalizaram quase R$ 40 bilhões em 2013, faltando entrar na estatística os números de  dezembro, que serão divulgados nesta semana.

Em novembro, o valor atingiu R$ 3,216 bilhões. Esse resultado foi 23,10% superior ao mesmo período de 2012, quando foram liberados R$ 2,613 bilhões. 

Em número de operações, novembro de 2013 registrou 834.815 contratos. Comparando com o mesmo mês de 2012, houve aumento de 19,36%. Em novembro de 2012, a quantidade de operações correspondeu a 699.421 contratos.

 O empréstimo consignado do INSS é que mais cresce em todo o País (Foto: Arquivo/DL)

Ao se considerar a margem consignável para empréstimos de até 30% da remuneração líquida dos aposentados e pensionistas, ou de até 10% exclusiva para a modalidade cartão de crédito — na qual os juros costumam ser mais altos —, nos primeiros 11 meses de 2013, os valores consignados por meio de empréstimo pessoal representaram a quase totalidade das operações de crédito.

O valor das operações com cartão de crédito registrou aumento em novembro deste ano em relação ao mesmo mês de 2012. O total das operações foi de R$ 6,823 milhões, 552,86% maior que o registrado em novembro do ano anterior, quando foram realizadas 542 operações, correspondentes a R$ 1,045 milhão. O número de contratos nessa modalidade, que em novembro de 2013 somou 2.546, foi 369,74% superior.

Números

Até novembro de 2013, os empréstimos consignados, que são descontados em folha direto nos benefícios dos aposentados, atingiu R$ 39,2 bilhões, com média mensal acima de R$ 3,2 bilhões. Prevalecendo esta média em dezembro, o empréstimo no ano será superior a R$ 42 bilhões.

Em janeiro de 2013, aposentados emprestaram R$ 3,6 bilhões; em fevereiro, R$ 3,8 bilhões; em março, 3,7 bilhões; em abril, R$ 3,5 bilhõers; em maio, R$ 3,8 bilhões; em junho, 3,5 bilhões; em julho, R$ 3,2 bilhões; em agosto, R$ 3,5 bilhões; em setembro, R$ 2,8 bilhões; em outubro, R$ 3,6 bilhões e em novembro, R$ 3, 2 bilhões.