Estatutários de Santos entram hoje no 4º dia de greve

Greve dos servidores públicos municipais de Santos será ampliada hoje com a paralisação também dos filiados do Sindserv

Comentar
Compartilhar
09 MAR 2017Por Da Reportagem10h50
Pimentel diz que a greve dos servidores estatutários vai prosseguir até que a Prefeitura conceda o reajuste para a categoriaFoto: Matheus Tagé/DL

O Sindicato dos Servidores Estatutários Municipais de Santos (Sindest) entra hoje no quarto dia da ‘greve pipoca’. Ontem, eles paralisaram o Departamento de Fiscalização Empresarial de Atividades Viárias (DEFEMP). De acordo com os grevistas, as atividades de fiscalização de todo o tipo foram paralisadas e que cerca de 40 funcionários são responsáveis pelo serviço.

“Vamos continuar com a greve até que a Administração Municipal conceda o reajuste salarial e volte a se reunir para discutir o assunto”, informou o presidente do Sindest, Fábio Pimentel, que ontem recebeu a reportagem do DL. Ele disse que aguarda para qualquer momento uma convocação da Secretaria de Gestão para dar continuidade às negociações.

“Mas não adiante chamar para reuniões, sem que tenham uma proposta concreta, afinal, nossa data-base é fevereiro e estamos quase na metade do mês de março. O servidor merece respeito e vamos continuar com nossa mobilização até resolver esse impasse”, justificou.

Para esta quinta-feira está prevista nova paralisação, mas o local é mantido em absoluto segredo pelo sindicato.
“Vamos manter nosso plano de luta, só não divulgamos o local com antecedência para evitar a presença antecipada da polícia. Nós não queremos confronto, queremos sim uma solução para o reajuste dos servidores e mais respeito por parte da Administração Municipal para com a categoria”.

Presidente do Sindest, Fábio Marcelo Pimentel, diz que a greve dos servidores estatutários vai prosseguir até que a Prefeitura conceda o reajuste para a categoria