Mutirões combatem a dengue na orla de Santos

As vistorias aconteceram nos imóveis da orla localizados na primeira quadra em frente ao mar.

Comentar
Compartilhar
08 JAN 201320h30

Esta terça-feira (8) foi o primeiro dia dos mutirões contra a dengue realizados pela prefeitura, por meio da SMS (Secretaria Municipal de Saúde). As vistorias aconteceram nos imóveis da orla localizados na primeira quadra em frente ao mar.

Cerca de 50% destas residências encontram-se fechadas durante as ações realizadas no decorrer do ano, média acima da registrada em outras áreas da cidade, que é 40%. O primeiro bairro a ser contemplado é a Ponta da Praia, onde 5 mil imóveis serão percorridos por 160 agentes de controle de vetores.

O objetivo é intensificar a vigilância nesta região cujos imóveis, em grande parte, são utilizados somente na temporada de verão. Estão programados cinco mutirões, num total de 35,3 mil moradias em sete bairros.

As ações também serão realizadas na Aparecida (dia 15), Boqueirão e Embaré (22), Gonzaga (29) e Pompeia e José Menino (5 de fevereiro).

“Munícipes e turistas não devem deixar água acumulada em suas casas. Tivemos recentemente um período longo de chuvas que, associado ao calor, oferece as condições adequadas para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, cujos ovos depositados podem sobreviver por cerca de um ano”, explica a chefe do Departamento de Vigilância em Saúde, Carolina Ozawa.

O objetivo é intensificar a vigilância nesta região cujos imóveis são utilizados somente na temporada de verão (Foto: Divulgação)