X

Santos

Santos incentiva leitura e doação de livros, hábito passado por gerações

Veja locais de doação

Da Reportagem

Publicado em 14/02/2023 às 15:59

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

O Dia Internacional de Doação de Livros é comemorado nesta terça-feira (14) / Divulgação/Raimundo Rosa

O Dia Internacional da Doação de Livros é comemorado nesta terça-feira (14), com o objetivo de incentivar a leitura, o compartilhamento e a sustentabilidade. Com o mesmo propósito, o projeto Leia Santos é desenvolvido diariamente na Cidade desde 2006 e já ultrapassou a marca de 200 mil exemplares doados desde a sua criação.

Na rede municipal de ensino, o hábito de ler também é estimulado desde a primeira infância, através do projeto Santos à Luz da Leitura, desenvolvido desde 2015 pela Secretaria Municipal de Educação (Seduc). Na UME Ayrton Senna da Silva, por exemplo, são emprestados cerca de 30 livros a cada intervalo, conforme conta a auxiliar bibliotecária da instituição, Gisélia de Cássia Pereira Baptista.

"É uma sede que eles têm pela leitura, que hoje em dia é mais difícil em razão do celular. Temos alunos do 6º ao 9º ano e sempre tentamos estimulá-los. Ano passado, por exemplo, fizemos o prêmio de Melhor Leitor, com medalhas de honra ao mérito", explicou a profissional.

Gisélia ainda afirma que os ensinamentos que passa aos alunos vão além da arte de ler, mas também a de doar. "É difícil, porque eles são jovens e apegados às suas coisas, mas a gente sempre tenta incentivar". Em casa, porém, a auxiliar bibliotecária já tem um caso de sucesso em relação à solidariedade: a filha Giovanna Maria Baptista, de apenas 14 anos.

A adolescente já leu mais de 80 livros e boa parte do montante foi doada após a leitura, principalmente para as bibliotecas onde a mãe já atuou. "Aqui em casa é assim: a gente compra, ela lê e eu já levo para a escola", conta a mãe. O hábito de ler e dar novos propósitos ao que já não lhe serve mais é praticado pela família com frequência, e foi ensinado à menina desde pequena.

"Sempre cresci muito rápido, então sempre doava roupas; brinquedos que não usava mais iam para orfanatos e, hoje, é a mesma coisa com os livros. Se terminei e sei que não vou ler mais, que vai ficar parado, doo para a escola em que ela trabalha", afirma a menina, que ainda mantém uma pequena coleção com os exemplares que mais gosta.

Para Gisélia, o hábito de doar livros é devolver a eles o seu propósito. "Sempre falo que o livro é vivo. Na estante, é apenas um monte de papel com letras, mas sendo folheado, apreciado e lido, passa a viver novamente. Doar é olhar mais para as pessoas. Se graças a Deus a gente tem um pouco e aquilo não serve mais para nós, pode servir para outro", afirma.

LEIA SANTOS

Além de um hábito divertido, a leitura ainda estimula o cérebro e contribui para a saúde mental, tão afetada após a pandemia de covid-19. Por este motivo, as iniciativas que promovem o compartilhamento gratuito de livros são essenciais, afinal, neste mundo onde tantas pessoas passam por dificuldades para arcar com despesas básicas como alimentação, por exemplo, o investimento em livros, muitas vezes, é praticamente impossível.

Pensando nisso, a Prefeitura realiza o Leia Santos desde 2006. A iniciativa promove a leitura e a solidariedade, recebendo doações de volumes de munícipes e turistas e doando a novos leitores. A troca é feita por meio de displays espalhados por todo o Município, onde as pessoas podem depositar livros e pegar o exemplar que mais interessar.

Eventos públicos também contribuem para o compartilhamento de obras escritas na Cidade, como as duas edições do Festival Leia Santos e a presença do projeto em outras ações, como Primavera Criativa e Fidifest, por exemplo. Até a vacinação de crianças contra a covid-19 foi incentivada pelo projeto, que distribuiu milhares de gibis e livros infantis para os pequenos que garantiram a sua dose.

Desde o início da iniciativa, 211.999 volumes já foram doados a novos leitores. Deste número, 123 mil tiveram saída em eventos de rua, enquanto mais de 79 mil foram pegos em displays fixos e outros nove mil por meio das bibliotecas municipais. O maior número de doações foi registrado em 2022: cerca de 53 mil.

A maior parte dos volumes são livros, por volta dos 153 mil (72%), enquanto os gibis representam os outros 28%, algo em torno de 58 mil unidades. Nos 655 eventos realizados pelo Leia Santos, mais de 65 mil pessoas já foram atendidas.

COMO DOAR

O projeto Leia Santos disponibiliza 37 pontos de entrega de livros por toda a Cidade (veja abaixo), mais displays instalados no interior de ônibus municipais. Além disso, também é possível solicitar a retirada de volumes em casa, solicitando o serviço por meio dos telefones (13) 3226-8021 ou 3223-8908. O atendimento é de segunda a sexta-feira, em horário comercial. A quantidade mínima para retirada de publicações doadas é de 20 unidades. O projeto não aceita enciclopédias, apostilas e livros didáticos.

DISPLAYS EM PONTOS DE ÔNIBUS

Av. Doutor Claudio Luiz da Costa, em frente à Santa Casa (Jabaquara)

Av. Santista, 637 (Morro da Nova Cintra)

Rua Vereador Álvaro Guimarães, 49, em frente à escola Cely de Moura Rodrigues (Castelo)

Av. Martins Fontes, 1.361, em frente ao Cemitério do Saboó

Av. São Francisco, 128 (Centro)

Praça da República, 63 (Centro)

Av. Ana Costa, 340, em frente à Estação da Cidadania (Campo Grande)

Av. Vicente de Carvalho, 82 (Gonzaga)

Av. Bartolomeu de Gusmão, 91 (Aparecida)

Av. Presidente Wilson, 143 (José Menino)

Avenida Bartolomeu de Gusmão, 111, em frente à Escolástica Rosa (Aparecida)

DISPLAYS EM EQUIPAMENTOS MUNICIPAIS

Ambulatório de Especialidades - Zona Noroeste - Rua Professor Luiz Gomes Cruz s/nº - Castelo

Aquário Municipal | Praça Luiz La Scala s/nº, Ponta da Praia

Câmara Municipal | Praça Tenente Mauro Batista de Miranda, 1, Vila Nova

Centro da Juventude - Rádio Clube | Rua Vereador Álvaro Guimarães, 862-894

Centro de Cultura Patrícia Galvão | Av. Senador Pinheiro Machado, 48 - Vila Mathias

CEU das Artes | Praça da Paz Universal s/nº, Castelo

Orquidário Municipal | Praça Washington s/nº, José Menino

Paço Municipal | Praça Mauá s/nº - Centro Histórico

Policlínica Campo Grande | Rua Carvalho de Mendonça, 607

Policlínica Caneleira | Rua Francisco Ferreira Canto, 351

Policlínica Morro da Nova Cintra | Rua José Ozéas Barbosa s/nº

Policlínica Morro São Bento | Rua das Pedras s/nº

Policlínica Ponta da Praia | Praça 1º de Maio s/nº

Policlínica São Manoel | Praça Nicolau Geraigire s/nº

Poliesportivo Dale Coutinho | Rua Fausto Felício Bruzarosco s/nº - Castelo

Resolve Aqui - Centro Histórico | Rua Amador Bueno, 249

UBS Porto (Unidade de Cuidado do Porto) | Rua General Câmara, 507 - Paquetá

Unidade de Saúde da Família - Caruara | Rua Andrade Soares s/nº

Vila Criativa Morro da Penha | Rua Brigadeiro Newton Braga, 39 - Saboó

Vila Criativa Vila Nova Praça | Rui Ribeiro Couto s/nº

Vila Criativa Vila Progresso | Rua 3 s/nº

BIBLIOTECAS

Biblioteca Alberto Sousa | Praça José Bonifácio, 58 - Centro Histórico

Biblioteca Municipal Mário Faria | Av. Bartolomeu de Gusmão s/nº - Aparecida (Posto 6)

Biblioteca Plínio Marcos | Praça das Palmeiras s/nº - Caruara

Biblioteca José Teixeira | Rua São Luís s/nº - Morro São Bento (Centro Turístico, Esportivo e Cultural do Morro São Bento)

Gibiteca Marcel Rodrigues Paes | Av. Bartolomeu de Gusmão s/nº - Boqueirão (Posto 5)

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Confira o resultado da Lotofácil no concurso 3115, nesta terça (28)

O prêmio é de R$ 1.700.000,00

Cotidiano

Confira o resultado do Timemania no concurso 2098, nesta terça (28)

O prêmio é de R$ 3.000.000,00

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter