X

PRIMEIRO LUGAR

Com chuva de notas máximas, Unidos dos Morros se sagra campeã do Carnaval de Santos

Apuração iniciou ao meio-dia desta terça (14) e terminou após quase duas horas de evento no Teatro Municipal de Santos

LG Rodrigues

Publicado em 14/02/2023 às 14:07

Atualizado em 14/02/2023 às 14:42

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Unidos dos Morros voltou a se sagrar campeã do carnaval santista / MARCELO MARTINS / PREFEITURA DE SANTOS

Foi de maneira avassaladora, mas a Unidos dos Morros voltou a ser campeã do carnaval santista e ganhou, com sobras, após o anúncio das notas na apuração realizada ao longo da tarde desta terça-feira (14) no Teatro Municipal de Santos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Sempre favoritas na cabeça do público, União Imperial, Unidos dos Morros, X-9, Amazonense e Sangue Jovem dividiram as atenções do público empolgado com a apuração, mas a atual campeã saiu na frente durante a primeira metade da apuração, disparou na liderança, e levou a taça de campeã em 2023.

Antes do início da divulgação das avaliações dos juízes, as penalidades foram anunciadas. A Brasil perdeu dois pontos por não cumprir com o número mínimo da ala de baianas, enquanto a Mãos Entrelaçadas perdeu sete pontos por não cumprir número mínimo de componentes.

As notas começaram a ser anunciadas por Mestre-Sala e Porta-Bandeira. Cada um dos quesitos recebeu avaliações de três jurados, sendo que a marca mais baixa foi descartada durante a apuração, fazendo valer apenas as duas notas mais altas. Logo na primeira categoria o equilíbrio ficou aparente, com Amazonense, X-9, Sangue Jovem, Unidos dos Morros, Mocidade Independência e União Imperial todas cravando ao menos duas notas 10, o que garantiu o placar perfeito para as seis agremiações.

Em Evolução, os juízes começaram a tirar os preciosos décimos tão buscados pelos carnavalescos e a quantidade de notas 9 começaram a deixar agremiações e torcedores receosos e os ânimos começaram a se exaltar. Ao final dos anúncios, apenas X-9 e Unidos dos Morros obtiveram duas notas máximas e conseguiram a manutenção da liderança dividida abrindo 0,3 pontos de diferença para o terceiro lugar, ocupado pela Sangue Jovem. Enquanto isso, Mocidade Independência, Amazonense e União Imperial seguiram na perseguição ao primeiro lugar, mas mais atrás do placar.

Com Harmonia, as notas 10 voltaram a ficar mais frequentes, mas ainda longe da quantidade do primeiro quesito. Apesar disso, o quesito serviu para mostrar que a disputa estava consolidada entre X-9 e Unidos dos Morros, e mais uma vez ambas cravaram duas avaliações máximas. Com isso, as escolas de samba foram a 60 pontos, enquanto Sangue Jovem e Amazonense chegaram a 59,6.

Sempre importante, o Samba-Enredo marcou o primeiro momento de manifestações e reclamações mais acaloradas de componentes que acompanhavam a apuração no Teatro Municipal. O quesito marcou o primeiro momento de perda de nota da X-9, que saiu com 0,3 de desvantagem; Em contrapartida, a Unidos dos Morros perdeu 0,1, o que à lançou à liderança do Grupo Especial com 79,9 contra 79,7 da adversária enquanto a Amazonense, em terceiro, ficava a 0,4 do primeiro lugar e a 0,2 do vice-campeonato.

O quinto quesito, Fantasias, viu uma chuva de notas 9, enquanto apenas a Unidos dos Morros obteve duas avaliações máximas durante todo o quesito, nenhuma outra escola de samba recebeu um único dez. Com isso, a agremiação dos morros santistas tomou a liderança de forma gigantesca, indo a 0,8 pontos de vantagem contra a X-9 e a 1,1 de distância de três escolas empatadas na terceira colocação.

Após um quesito de muitas reclamações, os juízes se demonstraram contentes com as Baterias de praticamente todas as agremiações e um total de 16 notas máximas foram concedidas, com X-9, Unidos dos Morros e União Imperial gabaritando, mas a vantagem seguiu a mesma, não alterando a disputa pelo título.

A paz, entretanto, durou pouco, e o quesito de Enredo voltou a ver muitas reclamações da maioria das escolas de samba. Com apenas Unidos dos Morros e União Imperial conseguindo se manter 'intactas', e sem perder pontuação, a vantagem da atual campeã se ampliou, uma vez que a Unidos alcançou a marca de 139,9, contra 138,9 contra a X-9 faltando apenas dois quesitos para o fim da apuração, momento o qual gerou intenso bate-boca no Teatro Municipal.

O penúltimo quesito, Alegorias e Adereços, manteve o ritmo da apuração, com poucos 10 e muitos décimos perdidos em geral, mas com a Unidos dos Morros se mantendo intacta na liderança. Já a Comissão de Frente não viu grandes surpresas e a taça foi entregue aos componentes dos morros. Confira a seguir o ranking final do grupo especial.

Unidos dos Morros 179,9
X-9 178,7
União Imperial - 178,7
Amazonense - 177,6
Mocidade Independência - 177,5
Sangue Jovem - 177,3
Brasil 175,4
Real Mocidade - 174,5

Rebaixada
Mãos Entrelaçadas - 170,6

ACESSO.
Na segunda divisão do carnaval santista, ninguém teve chances contra a Unidos da Zona Noroeste, que 'liderou a corrida' desde o primeiro quesito, Mestre-Sala e Porta-Bandeira, e manteve a ponta da apuração até o último instante da divulgação das notas, terminando com Comissão de Frente.

A agremiação até chegou a ser levemente ameaçada pela Imperatriz Alvinegra e pela Bandeirantes do Saboó durante as últimas categorias, mas a vantagem criada ao longo do início da apuração era grande demais para ser revertida.

Com isso, a escola da ZN de Santos sacramentou seu retorno à elite e integrará o Grupo Especial do carnaval da maior cidade da Baixada Santista em 2024. Confira a seguir o ranking final do grupo de acesso.

Unidos da Zona Noroeste – 175,3
Bandeirantes do Saboó – 174,8
Imperatriz Alvinegra – 174,7
Império da Vila -173,1
Vila Mathias – 172,7
Dragões do Castelo – 170,3
Padre Paulo – 166,3

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Semana começa com chuva e terminará com mais chuva e frio no Litoral de SP

Para o fim de semana, por exemplo, as temperaturas despencam e chove no sábado (25) e no domingo (26)

Polícia

Ladrão em bicicleta filma roubo e ainda debocha da vítima em Santos; VEJA VÍDEO

O caso aconteceu há poucos metros do 2° Distrito Policial de Santos. "É dos 'menor'. Já era", disse o criminoso

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter