Trio é detido após assaltar residência em Guarujá

Comerciante foi agredido com socos, tapas e coronhadas na cabeça. Bandidos também renderam as filhas do homem

Comentar
Compartilhar
27 MAR 201520h00

A Polícia Militar deteve na manhã de ontem três rapazes acusados de assaltarem uma casa no Balneário Cidade Atlântica, em Guarujá. As prisões ocorreram logo após o carro ocupado pelos assaltantes atingir um coqueiro na Rua Victor Delamare, no Jardim Virgínia. Durante o roubo, o comerciante dono da residência, de 52 anos, foi agredido com socos, tapas e coronhadas na cabeça.

O comerciante foi rendido quando saía de carro, às 7h, para levar suas filhas ao colégio. Os bandidos bloquearam a saída usando o Celta vermelho, desceram do veículo e, exibindo armas, ordenaram que o comerciante voltasse para dentro da casa.

Após o comerciante dizer aos ladrões que a casa era monitorada por câmeras, ele foi agredido com socos e tapas. Os bandidos também renderam as filhas do comerciante e levaram as vítimas para o quarto da mulher do comerciante, que estava dormindo.

Enquanto pediam objetos de valor, os criminosos exibiram armas e diziam que iam "estourar os miolos" das filhas do casal. Ao ser colocado de joelhos, o dono da casa novamente foi agredido, desta vez com com coronhadas e tapas. Os bandidos demonstraram que tinham informações prévias sobre a família, como, por exemplo, a atividade comercial do casal e a localização do estabelecimento.

Bandidos bateram o carro após cerco da polícia (Foto: Divulgação)

Telefonema

Por telefone, um quarto integrante da quadrilha disse para os criminosos deixarem o local porque a PM se aproximava. Diante da informação, os bandidos deixaram a casa levando o celular da mulher do comerciante, uma gargantilha e um par de alianças.

Na Rua Victor Delamare, os PMs bloquearam a via quando viram o Celta vermelho e saíram da viatura. O condutor do carro tentou fugir usando a calçada, onde atingiu a árvore.

No carro foram recuperados os objetos roubados da família e apreendidos um colete balístico usado por um dos bandidos e duas armas: uma pistola de calibre 380 e um revólver de calibre 38.

Após o flagrante ser registrado na Delegacia Sede de Guarujá, os acusados tiveram como destino a cadeia anexa ao 1º Distrito Policial da Cidade, no Jardim Conceiçãozinha.