Próteses impedem acusado de tráfico de fugir da PM

Dois comparsas do rapaz conseguiram escapar da abordagem. Os policiais apreenderam 100 cápsulas de cocaína, sete pedras de crack e dinheiro

Comentar
Compartilhar
24 MAR 201510h46

O uso de próteses ortopédicas impediram um rapaz de 19 anos de escapar de uma abordagem policial por volta das 12 horas de ontem, no Pae Cará, em Vicente de Carvalho, próximo à linha férrea. Ele foi detido por policiais militares do 21º BPM/I, que apreenderam 100 cápsulas de cocaína, sete pedras de crack e dinheiro.

Dois rapazes que estavam com o acusado no momento da chegada da PM ao local conseguiram escapar correndo.

Os policiais realizavam diligência no local porque foram acionados para verificar ocorrência de um carro abandonado na Favela da Prainha. Antes de chegarem à favela, os PMs se depararam com os três rapazes sentados na linha férrea, em atitudes suspeitas, e decidiram pela abordagem.

Percebendo que seria facilmente alcançado, o acusado apenas caminhou, com dificuldade, e dispensou, segundo os PMs, uma sacola contendo os entorpecentes e R$ 45,00.
De acordo com a PM, o detido disse informalmente que só não correu devido ao problema físico. O rapaz ainda informou que sofreu as amputações quando era criança, após ter sido atropelado por um trem naquela mesma região.

Ele nada quis declarar sobre a procedência dos entorpecentes e sobre identidade dos rapazes que estavam com ele na linha férrea.

Após ser autuado em flagrante pelo delegado Josias Teixeira de Souza, no 2º DP de Guarujá, o detido foi encaminhado para a cadeia anexa ao 1º DP da Cidade. Ele aguardará por transferência para o Centro de Detenção Provisória (CDP) de São Vicente.