Rapaz é preso por simular sequestro para extorquir a mãe em Mongaguá

A mulher chegou a depositar R$ 1 mil em uma conta corrente como 'resgate'

Comentar
Compartilhar
22 JUN 2017Por Gilmar Alves Jr.21h05
O rapaz foi autuado por extorsão na Delegacia Especializada Antissequestro de Santos (Deas), no Palácio da PolíciaO rapaz foi autuado por extorsão na Delegacia Especializada Antissequestro de Santos (Deas), no Palácio da PolíciaFoto: Matheus Tagé/DL

Um rapaz de 23 anos foi preso pela Polícia Civil, em Mongaguá, sob a acusação de ter simulado ser vítima de sequestro para extorquir a própria mãe. A mulher, de 43 anos, chegou a depositar R$ 1 mil em uma conta corrente como “resgate”.

Funcionário de um quiosque na Orla de Mongaguá, o rapaz pretendia obter R$ 10 mil da mãe mediante a farsa. Ela recebeu um telefonema na noite de terça-feira (20), onde uma pessoa anunciou o sequestro e exigiu a quantia.

A mulher seguiu para a Delegacia Sede de Mongaguá, que acionou a Delegacia Especializada Antissequestro de Santos (Deas). Os policiais monitoraram as negociações até a quantia de R$ 1 mil ser depositada na quarta-feira (20).

Ao identificarem o titular da conta, o patrão do rapaz, os policiais descobriram que o homem tinha recebido um pedido do rapaz para receber dinheiro na conta e depois entregar.

Ainda na quarta, o rapaz entrou em contato com a família para dizer que havia sido solto em São Paulo. Ao chegar a Mongaguá, ele foi ouvido por policiais da Deas e confessou a trama após ser informado que o titular da conta em que foi depositado o dinheiro havia sido identificado.

Autuado por extorsão pelo delegado Renato Mazagão Júnior, o homem foi recolhido à Cadeia Pública de Peruíbe.