Presos são internados por suspeita de intoxicação alimentar em SP

Outros nove detentos estão internados, segundo a secretaria de saúde do município. Eles estão no hospital municipal, todos com sintomas de intoxicação

Comentar
Compartilhar
22 MAR 2017Por Folhapress00h30

Um preso morreu nesta terça-feira (21) após apresentar sintomas de intoxicação alimentar em Hortolândia, no interior de São Paulo (a 105 km da capital).

Outros nove detentos estão internados, segundo a secretaria de saúde do município. Eles estão no hospital municipal, todos com sintomas de intoxicação.

O incidente ocorreu dentro da penitenciária 3, no Complexo Campinas/Hortolândia. A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) informou em nota que os presos foram atendidos e medicados pela equipe de saúde da unidade ainda na segunda-feira (20), após apresentarem os sintomas. Durante a madrugada desta terça, um dos presos se sentiu mal e foi levado à enfermaria, onde foi constatado que já não possuía sinais vitais.

A perícia foi realizada durante a manhã pela polícia, mas ainda não há a causa do óbito, segundo a secretaria.

A SAP afirma ainda que todos os presos passaram por triagem de saúde nesta terça, e que, além da internação dos outros nove, mais 23 detentos estão sendo medicados e tratados na penitenciária.

"A direção da unidade conversou com os presos que passaram mal e eles alegaram terem ingerido macarrão e estrogonofe levados por visitantes. Observamos ainda que as refeições foram compartilhadas por presos de duas celas", diz o informe.

De acordo com a secretaria, servidores de saúde e do Samu fizeram a desinfecção das celas habitadas pelos presos, após orientações da vigilância sanitária racional. A SAP informa que a unidade está apurando a causa da possível intoxicação.