SEDUC

Mais de 30 mil mídias são apreendidas em Mongaguá

O homem responsável pela pirataria foi detido e indiciado na delegacia; após pagar fiança, foi solto

Comentar
Compartilhar
11 FEV 201514h23

Um esquema de produção e venda de DVDs e CDs piratas em Mongaguá foi desarticulado na segunda-feira pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Itanhaém. Mais de 30 mil mídias e o aparato eletrônico para a produção delas foram apreendidos em três casas. O responsável pelo esquema foi detido, sendo solto após pagamento de fiança.

Segundo o delegado Douglas Borgues, titular da DIG de Itanhaém, a ação foi um duro golpe no crime de direito autoral. “O comércio era em grande escala”, informou. O homem detido já tinha pelo mesmo delito há quatro anos.

Apreensões ocorreram em três imóveis (Foto: Divulgação)

Blitz

Entre a madrugada e o final da tarde de ontem, a Delegacia Seccional de Itanhaém deflagrou uma operação que resultou na prisão de 18  pessoas em flagrante por crimes diversos, 15 capturas de procurados e oito detenções de adolescentes.  A ação, sob o comando dos delegados  Victor Lutti e Ângelo Matias da Silva, ocorreu nos cinco municípios da seccional, que além de Itanhaém, abrange Mongaguá, Peruíbe, Itariri e Pedro de Toledo.