Homem confessa ter matado GCM aposentado e diz que vítima molestou criança em Santos

O autor das facadas é tio da menina, de sete anos, e teve discussão com o GCM aposentado antes de golpeá-lo no José Menino

Comentar
Compartilhar
12 JAN 2021Por Gilmar Alves Jr.17h34
O motorista dirigiu até desfalecer na tarde de quinta-feira (7)Foto: Reprodução

O autor do homicídio a facadas do guarda municipal aposentado de São Vicente Roberto Aguiar Ramos confessou o crime à Polícia Civil nesta terça-feira (12) e disse que a vítima molestou uma menina de sete anos em casa, no Morro do José Menino. O autor, de 26 anos, é tio da menina e teve uma discussão com Roberto antes de golpeá-lo no José Menino na tarde da última quinta-feira (7). 

Atingido por ao menos duas facadas, o GCM aposentado dirigiu seu veículo, um Nissan Versa branco, até desfalecer na Avenida Padre Manoel da Nóbrega, na Orla do Itararé. Ele teve grande perda de sangue e morreu dentro do automóvel.

Policiais da 3ª Delegacia (Homicídios) da Divisão Especializada de Investigações Criminais (Deic) regional encontraram imagens de monitoramento que mostram o autor, usando uma moto, discutindo com o guarda, ao volante do Nissan, no dia 7. O abuso teria ocorrido pouco antes, tendo sido flagrado pela mãe da menina. 

Com o avanço das investigações, o autor do crime decidiu se apresentar e foi buscado pelos policiais em seu local de trabalho por volta das 13h30 desta terça-feira. Ele foi interrogado, está colaborando com as investigações e deverá responder em liberdade.

Ele ainda disse que não tinha intenção de matar e que pretendia fazer o aposentado parar o carro. 

Contra o guarda há um registro de ocorrência, feito na Delegacia de Defesa da Mulher de São Vicente, de um suposto abuso contra uma criança de quatro anos no Catiapoã.