Choro salva bebê encontrado por pedestre em mochila fechada em Mongaguá

O recém-nascido apresenta boas condições de saúde e polícia investiga identidade da mãe

Comentar
Compartilhar
07 MAI 2021Por Gilmar Alves Jr.16h50
O bebê foi localizado com o corpo envolto por panosO bebê foi localizado com o corpo envolto por panosFoto: Reprodução

O choro salvou um recém-nascido abandonado em uma mochila fechada em um matagal Mongaguá na noite de quinta-feira (6). Uma estudante de 18 anos que passava pelo local conseguiu ouvir o choro, abriu a mochila e localizou o bebê, que estava em boas condições de saúde.  

A Polícia Civil realiza diligências nesta sexta-feira (7) visando localizar a mulher que abandonou o filho. Conforme apurou o Diário do Litoral, policiais civis chegaram a receber uma denúncia sobre uma mulher, mas foi descartada, em diligência, qualquer participação dela no caso. 

O recém-nascido foi encontrado por volta das 19h30 em um matagal que fica no final da Avenida José Cesário Pereira Filho, no Vera Cruz. 

Ao abrir a mochila, a jovem se deparou com o bebê enrolado em alguns panos. Ela pediu ajuda a  ocupantes de um carro que passava pelo local para auxiliá-la. Um vídeo mostra o momento em que estas pessoas também abrem a mochila. 

A Polícia Militar foi acionada e o bebê levado pela corporação até a Maternidade de Mongaguá. Foi acionado o Conselho Tutelar e houve a transferência do bebê ao Hospital Regional de Itanhaém. 

No plantão da Delegacia Sede de Mongaguá, o caso foi registrado como abandono de incapaz consumado. A pena de detenção varia de seis meses a três anos. 

Denúncias que ajudem nas investigações sobre a identidade da mãe do recém-nascido podem ser transmitidas pelos telefones 3448-1555 ou 181. Não é necessário se identificar.