Banner gripe

Assaltantes são presos após assalto em banco no Gonzaga

Renilson Máximo do Rosário, de 30 anos, se passou por funcionário de banco para cometer o assalto

Comentar
Compartilhar
20 NOV 201210h39

Dois assaltantes foram capturados, na tarde de segunda-feira, 19 de novembro, após assaltarem uma empregada doméstica, em uma agência bancária, no Gonzaga, em Santos. Um dos criminosos se passou por funcionário da Caixa Econômica Federal para subtrair dinheiro da vítima.

O cobrador de ônibus Renilson Máximo do Rosário, de 30 anos, e o desempregado Luís Fábio Dias Pereira da Silva, de 22, foram detidos na Avenida Presidente Wilson, próximo ao Emissário Submarino. 
 
Segundo a vítima, ela retirava um extrato, quando Renilson se aproximou. “Ele viu eu retirando o extrato, viu a quantia que tinha e afirmou que me ajudaria, pois, o banco estava cheio”. 
 
De acordo com a empregada doméstica, Renilson retirou R$ 115,00 de sua conta e foi embora da agência. “Ele estava bem vestido, quando percebi que se tratava de um golpe, eu acionei a Polícia Militar”, explica a vítima. 
 
Após consumar o roubo, Renilson entrou num veículo Golf vinho, que era conduzido por Luís e seguiu em direção à divisa de Santos com São Vicente.  
 
Os soldados Manssur e Milton, lotados na 2ª Cia do 6º BPM/I, iniciaram acompanhamento e com auxílio de outras duas viaturas prenderam os assaltantes. “No veículo encontramos diversas mudas de roupa. Renilson, após ter concluído o roubo, trocou sua roupa” explica Milton. 
 
Além das vestimentas, os patrulheiros ainda localizaram uma peça utilizada para instalar dispostivo “chupa-cabra” em terminais bancários.“Os rapazes são de São Paulo e afirmaram que estavam alguns dias em Santos realizando assaltos e outros golpes”, pontua Milton.

Colunas

Contraponto