Ações da GCM terminam em flagrante e eletrônicos recuperados em Praia Grande

Casos aconteceram quinta e sexta-feira (23 e 24). Em uma delas, dois homens foram presos acusados de participar do roubo a uma residência em Peruíbe

Comentar
Compartilhar
24 ABR 201517h45

Duas ocorrências chamaram a atenção em Praia Grande entre a noite de quinta-feira e a tarde de sexta (23 e 24) graças à ação da Guarda Civil Municipal (GCM). Em uma delas, dois homens foram presos acusados de participar do roubo a uma residência em Peruíbe. Na outra, equipamentos eletrônicos que haviam sido roubados momentos antes foram recuperados.

Na noite de quinta-feira, a central da GCM foi comunicada de um roubo que havia ocorrido em Peruíbe. Na ocasião, os acusados haviam fugido em dois carros, um deles das vítimas, levando também objetos pessoais, como jóias e relógios.

Com a informação de que um dos veículos, um Cross Fox, havia fugido pela Rodovia Padre Manoel da Nóbrega, sentido Caiçara/Mirim, equipes da Guarda Civil se posicionaram próximo ao viaduto do bairro Samambaia, conseguindo identificar o carro assim que passou. Foi feito o acompanhamento do veículo, que acabou sendo interceptado na Rua Daijiro Matsuda, no bairro Maracanã.

No carro estavam dois dos suspeitos e no veículo foram encontrados dois revólveres, além de munições. Eles confessaram que haviam participado do roubo.

Outros dois acusados foram presos pela Polícia Militar na Avenida Presidente Kennedy, no bairro Imperador, com o carro das vítimas, um Cobalt.

Na Delegacia foi apurado ainda que o Cross Fox havia sido roubado em maio de 2014, mas apresentava placas de outro veículo de mesmo modelo e sem queixa.

Já no início da tarde de sexta-feira, durante patrulhamento pela Vila Sônia, uma equipe da Guarda Ambiental se deparou com uma Fiorino com as portas abertas. De acordo com o GCM Santana, aparentemente, os ocupantes haviam acabado de abandonar o veículo ao perceber a aproximação da Guarda. “No carro havia diversos aparelhos eletrônicos que seriam entregues pela empresa transportadora proprietária da Fiorino. Em contato com as vítimas, foi constatado que o veículo havia acabado de ser roubado. Outro carro que também teria sido usado na ação, foi localizado posteriormente pela Polícia Militar no mesmo bairro, batido em outro veículo.