X

Itanhaém

Artesã faz sucesso com peças em vidro diferentes em Itanhaém

São diversas peças de arte diferenciadas e bijuterias feitas em vidro temperado

Nayara Martins

Publicado em 25/02/2024 às 07:05

Comentar:

Compartilhe:

A-

A+

Colares com lenços e pingente, brincos e anéis são as peças mais vendidas pela artesã Cristie / Nayara Martins/DL

Unir a arte de fazer peças e bijuterias diferenciadas à uma terapia. Essa foi a ideia da artesã Cristie Gambetta que aprendeu a usar a técnica “fusing” – usada para fundir o vidro em um forno a uma temperatura de 860 graus, e faz peças pintadas em vidro, há cerca de 20 anos.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.

Ela fabrica peças únicas, como objetos de decoração, colares, brincos, anéis, imãs de geladeira e chaveiros para vender aos clientes em Itanhaém.     

“Comecei a aprender com um vizinho aposentado da minha mãe, que atuou em uma joalheria, em São Paulo. Ele me ensinou a técnica para desenhar joias. Também aprendi com outra pessoa que tinha um ateliê e trabalhava com peças em vidro coloridas”, explica.

Cristie conta que morava em São Paulo, mas decidiu vir morar em Itanhaém após se aposentar. Ela mora com o marido, há cerca de cinco anos, na Cidade.

Em São Paulo ela já expunha os trabalhos em praças, feiras e vários shoppings na Capital. Mas ao vir pra Itanhaém, fechou os pontos de venda lá.

Após se aposentar, Cristie decidiu continuar a atuar com o artesanato e a vender as peças para complementar a sua renda, o que a ajudou a criar as duas filhas.

Ela foi se aperfeiçoando e passou a desenhar e a criar os objetos de várias formas, sozinha, mas usando sempre sua criatividade.

Entre as peças mais pedidas estão os colares feitos em cordão ou em um lenço de seda e o pingente de vidro colorido, de várias formas, tamanhos e cores, conforme o pedido dos clientes. Ela fornece ainda um manual com sete dicas de como usar os lenços com os pingentes, em especial, na época de outono/inverno.

“São peças únicas e os vidros têm que ir ao forno a uma temperatura de 860 graus. As tintas são específicas e têm que ser diluídas para serem utilizadas em vidro, para irem ao forno a uma temperatura de 760 a 860 graus”.

Cristie pode levar cerca de sete dias para montar e concluir cada peça em vidro.

Ela explica o passo a passo. “Em primeiro lugar vou cortar as peças em vidro, em seguida, vou lavar e secar, desenhar, pintar e esperar secar. E, após isso, colocar outro vidro em cima e depois levar ao forno. Em geral, já coloco dez peças de uma vez no forno”.

E em uma hora e meia, o forno chega a temperatura de 860 graus e deve ser desligado para resfriar, mas pode levar até três dias para retirar as peças.      
“É uma verdadeira terapia trabalhar com essas peças em artesanato e vir morar em Itanhaém, onde tenho mais qualidade de vida”, frisa.

A artesã tem dois ateliês em casa – o de cortar o vidro e levar ao forno e o de confeccionar os lenços de seda. Nas horas vagas, ela faz ainda colares de missanga.  

Sonhos

Sobre os planos futuros, Cristie conta que tem um sonho de abrir uma loja física em Itanhaém. Afirma que já está procurando um ponto próximo à sua casa, no bairro Belas Artes.

“Posso também dividir o espaço com outros artesãos da Cidade, o que vai me ajudar a manter as despesas no ponto comercial”, completa.   

Divulgação

Cristie expõe os seus trabalhos na Casa do Artesão e em outros bazares, em Itanhaém. Também já participou de feiras e da Expo Empreendedoras.

A artista usa as redes sociais para divulgar as artes, como o Instagram (@cristiegambetta), no Facebook (cristie gambetta) e no canal do Youtube – cristie gambetta.

E faz ainda a divulgação das peças em uma loja online de objetos usados www.enjoei.com.br/@cristiegam.

Apoie o Diário do Litoral
A sua ajuda é fundamental para nós do Diário do Litoral. Por meio do seu apoio conseguiremos elaborar mais reportagens investigativas e produzir matérias especiais mais aprofundadas.

O jornalismo independente e investigativo é o alicerce de uma sociedade mais justa. Nós do Diário do Litoral temos esse compromisso com você, leitor, mantendo nossas notícias e plataformas acessíveis a todos de forma gratuita. Acreditamos que todo cidadão tem o direito a informações verdadeiras para se manter atualizado no mundo em que vivemos.

Para o Diário do Litoral continuar esse trabalho vital, contamos com a generosidade daqueles que têm a capacidade de contribuir. Se você puder, ajude-nos com uma doação mensal ou única, a partir de apenas R$ 5. Leva menos de um minuto para você mostrar o seu apoio.

Obrigado por fazer parte do nosso compromisso com o jornalismo verdadeiro.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Sabesp interrompe abastecimento de água em bairros de São Vicente

Serviços podem interferir no fornecimento nesta semana e na próxima

RODOVIAS

Consórcio Litoral Paulista vence leilão de concessão do Lote Paulista

Evento aconteceu na manhã desta terça-feira (16)

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter