Esportes

Santos consegue suspensão de execuções cíveis e neutraliza risco de penhoras

O clube santista convive com complicações nos bastidores há um bom tempo, entre cobranças, bloqueios e penhoras

Estadão Conteúdo

Publicado em 19/04/2022 às 21:26

Comentar:

Compartilhe:

O Santos comunicou, na tarde desta terça-feira, que a Justiça deferiu o pedido de suspensão de todas as execuções cíveis em curso contra o clube. Com isso, fica neutralizado, ao menos momentaneamente, o risco de sofrer consequências como a penhora de rendas de patrocínio e direitos televisivos.

A medida obtida, conhecida como centralização de execuções cíveis, concentra as ações em uma única vara e dá à diretoria santista um prazo de 60 dias para apresentar um plano de pagamento. O planejamento envolve organizar uma espécie de fila de credores, com datas determinadas para quitar a dívida com cada um deles. Para isso, o clube deve reservar quantias de sua receita mensal.

Faça parte do grupo do Diário no WhatsApp e Telegram.
Mantenha-se bem informado.


"Essa decisão é uma grande e importante vitória do Santos fora das quatro linhas, para seguirmos em direção ao equacionamento e saneamento das nossas muitas dívidas, que remontam a antigas gestões. A atuação do nosso Departamento Jurídico foi fundamental para que o Clube possa se reorganizar, planejar e respirar para sua reestruturação", afirmou o presidente do Santos, Andres Rueda.

O clube santista convive com complicações nos bastidores há um bom tempo, entre cobranças, bloqueios e penhoras. Em entrevista recente à Rádio 365, no final de março, Rueda chegou a afirmar que o valor da dívida do clube caiu de R$ 700 milhões para R$ 200 milhões ao longo de 2021, mas que "vira e mexe, aparece alguma coisa do armário".

O modelo de centralização de execução já vem sendo utilizado por outros clubes que viveram problemas financeiros de grandes proporções nos últimos anos. É o caso do Cruzeiro, que tem boa perspectiva desde a venda da Sociedade Anônima de Futebol (SAF) a Ronaldo Fenômeno, mas precisou criar sua fila de credores para lidar com dívidas das gestões anteriores.

VEJA TAMBÉM

ÚLTIMAS

Cotidiano

Festa da Tainha começa neste final de semana em Praia Grande

Atração gastronômica ocorre no Pavilhão de Eventos Jair Rodrigues

Santos

Aprenda e jogue! ODS vira tema de jogo de tabuleiro e digital

Board game também estará disponível para celular e computador

©2024 Diário do Litoral. Todos os Direitos Reservados.

Software

Newsletter