Governo SP

Por orientação médica, Laor ficará 60 dias afastado

O vice-presidente Odílio Rodrigues será o responsável por administrar o clube durante os próximos dois meses

Comentar
Compartilhar
28 NOV 201217h23

O presidente do Santos, Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, vai ficar 60 dias afastado de suas funções no clube praiano. Isto porque, o dirigente irá seguir orientações médicas para a plena recuperação de sua saúde. 

No fim do mês passado, o mandatário se queixou de forte cansaço e chegou a ficar internado durante cinco dias no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde realizou uma bateria de exames.
 
Mesmo sem estar presente durante esse período, Laor deve acompanhar o dia-a-dia do Peixe. O presidente alvinegro irá repousar em sua residência, na capital paulista, mas será consultado e irá participar das decisões importantes referentes ao cotidiano do Santos.
 
Enquanto Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro estiver afastado de suas funções, o vice-presidente Odílio Rodrigues será o responsável por administrar o clube durante os próximos dois meses.
 
Vale lembrar que o mandatário, que completa 70 anos de idade no dia 16 de dezembro, tem em seu histórico clínico um infarto seguido de quatro paradas cardíacas, sofridos em 2003. Desde então, Laor passa periodicamente por exames e tem o seu quadro de saúde avaliado por seus médicos pessoais.
 
Luis Álvaro de Oliveira Ribeiro, que teve uma crise de pancreatite no primeiro ano de sua gestão, tem mandato até dezembro de 2014.

Mesmo sem estar presente durante esse período, Laor deve acompanhar o dia-a-dia do Peixe (Foto: Ivan Sorti)

Colunas

Contraponto