SEDUC

Patito frustra planos do Huracán e acerta empréstimo para a Malásia

O Johor ficará com o jogador de abril a novembro, pagando integralmente seu salário, superior a R$ 200 mil

Comentar
Compartilhar
19 FEV 201517h18

Patito Rodriguez não é mais jogador do Santos. O meia-atacante acertou seu empréstimo ao Johor, da Malásia. De graça, o clube ficará com o jogador de abril a novembro, pagando integralmente seu salário, superior a R$ 200 mil. Até o mês de sua transferência, o argentino continuará treinando em separado no CT Rei Pelé.

Há seis meses, o Johor sinalou seu interesse no futebol de Patito e chegou a oferecer R$ 2,7 milhões pelo jogador, mas o Santos recuou e acabou recusando a proposta. Nesta temporada, o meia esteve perto de retornar a Argentina e disputar a Libertadores da América pelo Huracán, mas os valores não agradaram.

"Soube do interesse do Huracán, agradeço, recebi muitas mensagens, era uma linda possibilidade, mas, bem, a realidade é que me serve mais ir para Malásia pela diferença econômica. Desportivamente, não, mas a diferença financeira é gigante. Decidi com minha família ir para lá", confirmou Patito à TV TYC Sports via videoconferência.

Patito seguirá treinando em separado no CT Rei Pelé até abril, quando viaja para a Malásia e fica até novembro (Foto: Divulgação/Santos FC)

Patito já havia acusado o Santos de não pagar seus salários, forçando, assim, uma eventual saída. De fato, não houve nenhuma objeção do clube quando o empréstimo do jogador.

"É um clube maravilhoso. Por alguns inconvenientes com o técnico Enderson Moreira, tomou-se a decisão de que eu treine em separado. Bem, por isso mesmo, buscamos uma rápida saída", concluiu à TV Argentina.