Pais de meia do Santos Futebol Clube morrem em acidente de carro

Maria Fátima de Carvalho Longuine, de 52 anos, e Wellington Longuine, 53, pais do meia Rafael Longuine, faleceram em acidente com carreta em cidade paranaense

Comentar
Compartilhar
02 MAI 2017Por Diário do Litoral15h32
Um acidente de carro vitimou os pais do meia Rafael LonguineUm acidente de carro vitimou os pais do meia Rafael LonguineFoto: Ivan Storti/Santos FC

Um acidente de carro vitimou os pais do meia Rafael Longuine, que atua pelo Santos Futebol Clube, na noite da última segunda-feira (01). O veículo que levava a família do atleta chocou-se com uma carreta na rodovia BR-376 em Alto Paraná (PR), região sul do Brasil.

Maria Fátima de Carvalho Longuine, de 52 anos, e Wellington Longuine, 53, ainda foram atendidos no local, mas não resistiram aos ferimentos ocasionados pela forte batida. A tia de Rafael, Lidia Ferreira de Carvalho Castelã, também estava presente no automóvel e morreu após o acidente.

Abalado com a notícia do trágico episódio, o jogador foi liberado das atividades desta terça-feira, no CT Rei Pelé, e não tem previsão para retorno aos gramados. Em nota oficial divulgada no site do clube, a diretoria do Alvinegro Praiano lamentou os falecimentos e decretou luto de três dias.

Segundo a assessoria do Peixe, os jogadores ficaram abalados com o recebimento da notícia. Capitão da equipe e líder do grupo, o centroavante Ricardo Oliveira concederá entrevista coletiva para prestar solidariedade ao atleta e toda a sua família.

Por estar em processo de renovação – confira mais detalhes (http://www.diariodolitoral.com.br/esportes/empresario-de-longuine-se-reune-com-o-santos-e-encaminha-renovacao/98497/) – e devido ao acidente, Longuine não estará à disposição para o duelo contra o Santa Fé, nesta quinta-feira, no Pacaembu, em jogo válido pela quarta rodada da fase de grupos da Copa Libertadores da América.