Maldonado luta na Rússia contra a lenda Fedor Emelianenko

Combate terá transmissão ao vivo em canais de tevê fechada

Comentar
Compartilhar
16 JUN 2016Por Da Reportagem18h10
Maldonado luta na Rússia contra a lenda Fedor EmelianenkoMaldonado luta na Rússia contra a lenda Fedor EmelianenkoFoto: Divulgação

O peso pesado Fábio Maldonado, da Memorial Necrópole Ecumênica, já está na Rússia, onde, na sexta-feira (17), em São Petersbusgo, enfrentará o russo Fedor Emelianenko, o “Último Imperador”. Organizado pela Fight Nights, em parceria com o Rizin FF, o combate entre Maldonado e Fedor será a luta principal do card e terá transmissão ao vivo pelos canais de televisão fechada da Globo e da Bandeirantes.

“É um sonho que está se realizando”, declarou Maldonado, ex-UFC e conhecido como o “Caipira de Aço”, ao se referir à oportunidade de enfrentar uma lenda do MMA. Fedor fez história no extinto Pride, onde foi campeão peso-pesado e permaneceu 10 anos invicto, até que em 2010, pelo extinto Strikeforce, perdeu para Fabrício Werdum, por finalização no primeiro assalto.

Lutando na mesma versão, depois foi nocauteado por Antônio Pezão e Dan Henderson, e venceu Jeff Monson, Satoshi Ishii e o brasileiro Pedro Rizzo, em 2012, quando chegou a anunciar que iria parar de lutar. Em 2015, contudo, venceu o desconhecido Jaideep Singh, no evento inaugural do Rizin, por nocaute técnico no primeiro rounde.

“É a mesma coisa que competir no futsal contra o Falcão, ou no futebol contra Pelé”, comparou o “Caipira de Aço”, que nas últimas semanas se preparou nas cidades de Osasco, Sorocaba e Votorantim, com sua equipe: Alexandre Imperador, Frank Açai, Douglas Monteiro, Felipe Jamanta, Francisco Pako, Raul Gutiérrez, Tcharlão, Everton Alemão, entre outros.

“Treinei muito luta agarrada, mas acredito que o boxe é onde tenho mais chances. Fedor é perigoso em todas as áreas”, comentou Maldonado, que no MMA soma 22 vitórias e 9 derrotas, enquanto Fedor tem 35 vitórias e 4 derrotas. Hoje e amanhã, sua rotina inclui caminhada leve pela manhã e treino à noite, no horário do combate. Na quinta, dia da pesagem, descanso.

O “Caipira de Aço” será o oitavo brasileiro na lista de adversários do russo, juntando-se a Pedro Rizzo, Antônio Pezão, Fabricio Werdum, Rodrigo Minotauro (três vezes), Zuluzinho, Renato Babalu e Ricardo Arona.