Luis Fabiano espera definição do clube e pode sair ainda em 2015

Sua saída antecipada, portanto, seria uma maneira de diminuir os gastos de uma folha salarial de cerca de R$ 10 milhões, a qual tem sido paga ultimamente com atrasos

Comentar
Compartilhar
20 MAI 201518h59

A diretoria do São Paulo está dividida a respeito de Luis Fabiano. Embora atualmente considere baixo seu custo-benefício e tenha ouvido dele a proposta de rescisão amigável, o clube tem receio de ficar sem um jogador com sua representatividade. Ele, porém, espera uma definição rápida para poder encontrar novo destino.

Com contrato até dezembro, o atacante de 34 anos tem um dos maiores vencimentos do grupo. Sua saída antecipada, portanto, seria uma maneira de diminuir os gastos de uma folha salarial de cerca de R$ 10 milhões, a qual tem sido paga ultimamente com atrasos. É nisso que se baseia o presidente Carlos Miguel Aidar, que entregou balanço de 2014 com déficit recorde.

Durante a disputa da Copa Libertadores, o mandatário lembrou as lesões do jogador e externou publicamente que não via problemas em liberá-lo no fim do ano. Luis Fabiano não gostou da declaração e propôs, também através da imprensa, que conversassem e entrassem em acordo para romper o contrato desde já.

Ele, porém, espera uma definição rápida para poder encontrar novo destino (Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Estadão Conteúdo)

Na semana passada, depois da eliminação no torneio continental, o centroavante voltou a se mostrar insatisfeito no São Paulo. Desta vez, com entrevista de Alexandre Pato, o qual avisou que não aceitaria o banco de reservas nesta temporada. "Engoli calado", disse o camisa 9, minutos depois de ter errado uma das cobranças de pênalti na disputa contra o Cruzeiro, no Mineirão.

Sem a Libertadores, resta ao São Paulo no primeiro semestre apenas o Campeonato Brasileiro, no qual Luis Fabiano tem duas partidas até aqui. Se fizer mais cinco, ultrapassará o limite permitido para se transferir e defender outra equipe da primeira divisão na competição nacional. Por isso, quer uma definição rápida dos dirigentes. Acredita que possa trocar de camisa ainda em 2015.

"Estamos esperando que essa situação do Luis possa se resolver. É um jogador importante para nós", disse Michel Bastos, nesta quarta-feira. Assim como o atacante, ele também tem vínculo até o final do ano. Seu caso é diferente, no entanto. O meia é um dos destaques da equipe e está próximo de acertar sua renovação antes de poder firmar pré-contrato com qualquer outro time.