Futebol Preto x Branco chega ao décimo quinto ano e mantém tradição

Os jogos serão disputados entre seis equipes, em três categorias, sendo elas Misto (várias idades), Principal (acima de 35 anos) e Amador (até 35)

Comentar
Compartilhar
26 DEZ 201316h34

Um marco da boa convivência entre as comunidades do Morro da Nova Cintra, em Santos, volta a se repetir com a décima quinta confraternização futebolística Preto x Branco. O dia de festa, com roda de samba no final, será neste sábado (28), no campo do Juventude, a partir das 10h00. Além de manter a tradição do congraçamento, esta edição ganha contornos de clássico, uma vez que no balanço dos 14 anos anteriores Brancos e Pretos tiveram sete vitórias para cada lado.

Francisco Guilherme, o Chiquinho, à frente da organização, espera um grande dia de festa. "Teremos a presença de convidados especiais, que jogaram profissionalmente, e também estamos muito felizes por estarmos completando 15 anos desta confraternização. Dar o nome de Preto x Branco foi a maneira de organizar as equipes, mas para nós, não faz a menor diferença e o que vale é festejar", afirmou.  O evento homenageia este ano, José da Silva, diretor de Esportes do Juventude, Valmir Neguinho, veterano do mesmo clube e o intérprete e compositor Cabelo (Escola de Samba Unidos dos Morros).

Os jogos serão disputados entre seis equipes, em três categorias, sendo elas Misto (várias idades), Principal (acima de 35 anos) e Amador (até 35). Têm presenças confirmadas, Rodriguinho (ex-Fluminense e Santo André), hoje jogando na China, Nena (ex-Caldense) e Gilberto Costa, que jogou pelo Santos. Após o futebol, a tarde será animada com uma tradicional roda de samba com partideiros (denominação adotada pelos sambistas) de toda a Baixada Santista e churrasco, mediante aquisição de convite.

Os jogos serão disputados no campo do Juventude da Nova Cintra (Foto: Divulgação)