Enderson valoriza ‘casa na Capital’ e exalta “inteligência” de Robinho

"A Vila nos empurra muito, mas aqui não é diferente. O torcedor grita o tempo todo, incentiva o tempo todo, mostra sua satisfação de ver o time correndo se empenhando”, comemorou

Comentar
Compartilhar
23 FEV 201514h11

O técnico Enderson Moreira saiu do Pacaembu no último domingo, em São Paulo, muito satisfeito com a atuação do Santos. A vitória do Peixe sobre a Lusa evidenciou a liderança de Robinho dentro de campo, além de ser o capitão da equipe, participou de todos os gols – fez dois e deu assistência para Cicinho fazer o terceiro. Em entrevista coletiva, o comandante fez questão de enaltecer a “inteligência tática” do camisa 7 e garantiu que o estádio na Capital é como uma segunda casa para os alvinegros.

“O Robinho é a nossa referência técnica. É o jogador com mais recursos deste elenco. Ele cresceu em alguns aspectos, que, às vezes, podem passar despercebidos pelos torcedores e por alguns jornalistas, mas que são importantíssimos para o time. O comprometimento tático, a inteligência, a maneira que ele busca os espaços é um grande diferencial dele, e ele foi coroado com os gols. A gente se sente muito em casa no Pacaembu. A Vila nos empurra muito, mas aqui não é diferente. O torcedor grita o tempo todo, incentiva o tempo todo, mostra sua satisfação de ver o time correndo se empenhando”, comemorou.

Técnico não esqueceu de agradecer a torcida pela presença em grande número no Pacaembu no domingo (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Enderson também falou sobre seu camisa 9, Ricardo Oliveira. O centroavante chegou a fazer uma autocrítica após a partida e afirmou que não está satisfeito com o jejum de gols, mas que ajudar o coletivo era o que importava mais. O técnico parafraseou seu comandando.

“Eu acho que ele trabalha tanto para a equipe, tão tático, que ajuda muito, faz boas movimentações, às vezes a bola não chega como deveria. Não tem tido sorte às vezes. Recebeu uma bola do Lucas que escapou um pouco. Isso daqui a pouco muda. Tem qualidade”, completou.

O Santos volta a campo no próximo sábado, às 18h30 (de Brasília), no Pacaembu, para receber o Linense, pela sétima rodada do Campeonato Paulista.