Em jogo nervoso, reservas do Corinthians sofrem empate do Ituano

O resultado não tirou dos comandados de Tite a liderança do Grupo B do Campeonato Paulista, agora com oito pontos

Comentar
Compartilhar
22 FEV 201518h12

O Corinthians perdeu seu aproveitamento de 100% no Campeonato Paulista em uma jornada na qual utilizou jogadores reservas e se irritou a arbitragem. Em lance que gerou bastante reclamação com o árbitro Márcio Henrique de Góis, a equipe cedeu ao Ituano o empate por 1 a 1, em Itu.

O resultado não tirou dos comandados de Tite a liderança do Grupo B do Campeonato Paulista, agora com oito pontos, mas foram alcançados pela Ponte Preta – que tem dois jogos a mais. Atual campeã estadual, a formação ituana, com nove pontos, está na terceira posição do Grupo A.

A partida teve divididas mais duras ao longo dos 90 minutos – e até a expulsão do técnico do Ituano, Tarcísio Pugliese, por impedir batida de lateral. No primeiro tempo, pouco houve além de discussões e disputas no meio-campo, com a única oportunidade de gol sendo desperdiçada pela fome de Guerrero.

O nervosismo se manteve na etapa final, que ao menos teve mais futebol. Em um momento no qual até o comedido Tite estava irritado com o juiz, o Corinthians saiu na frente em pênalti cometido por Josa. Apesar dos protestos, Cristian fez boa batida, aos 14 minutos.

Não demorou para que os donos da casa chegassem ao empate. Aos 21, após entrada dura de Naylhor – que já tinha cartão amarelo – em Petros, o Ituano partiu em jogada rápida pela esquerda. Jheimy, em seu primeiro toque na bola, marcou de cabeça. A busca alvinegra pelo gol da vitória foi infrutífera.

Em jogo nervoso, reservas do Corinthians sofrem empate do Ituano (Foto: Mauro Horita/AGIF)
 

Colunas

Contraponto