Denunciados, Paulo Ricardo e Geuvânio podem ser suspensos em 2016

Os dois atletas foram enquadrados no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que sugere a prática de ato desleal ou hostil durante a partida e prevê suspensão de um a três jogos

Comentar
Compartilhar
06 MAI 201513h56

Protagonistas de lances capitais nos dois jogos da final do Campeonato Paulista, entre Santos e Palmeiras, o zagueiro Paulo Ricardo e o atacante Geuvânio, ambos do Peixe, foram denunciados pelo TJD em sessão na última segunda-feira. Os dois atletas foram enquadrados no artigo 250 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que sugere a prática de ato desleal ou hostil durante a partida e prevê suspensão de um a três jogos.

Cria das categorias de base do Santos, Paulo Ricardo assumiu a responsabilidade de atuar na vaga de Werley no primeiro jogo da decisão, disputado no Allianz Parque. No segundo tempo do jogo, quando o Palmeiras já liderava o placar com um gol de vantagem, o zagueiro cometeu pênalti após uma arrancada de Leandro Pereira, que só parou ao ter a camisa puxada dentro da área. Expulso pelo árbitro Vinicius Furlan, o garoto corre o risco de perder até três partidas do Paulistão 2016, já que a eventual punição é válida apenas em âmbito estadual.

Um dos destaques do Peixe no Paulistão, Geuvânio pode pegar gancho por expulsão em finalíssima (Foto: Santos/FC)

Já Geuvânio, revelação do Paulistão 2014 e peça importante no ataque do Santos na campanha vitoriosa desta temporada, foi denunciado no tribunal após o jogo do último domingo, na Vila Belmiro, quando se atracou com Dudu ainda no primeiro tempo e foi expulso por Guilherme Ceretta. Os dois trocaram empurrões antes da cobrança de uma falta e o juiz não titubeou para mostrar o cartão vermelho a ambos.

O julgamento dos atletas está marcado para as 16h (de Brasília) da próxima segunda-feira. Um dia antes, no domingo, tanto Paulo Ricardo quanto Geuvânio devem viajar a Florianópolis (SC), onde o Santos enfrentará o Avaí, às 18h30 (de Brasília), em jogo válido pela primeira rodada da Série A do Campeonato Brasileiro.