Dalla Déa elogia trabalho realizado na Seleção campeã mundial Sub-17

Técnico exalta confiança na base do Brasil e divide título com treinadores brasileiros

Comentar
Compartilhar
18 NOV 2019Por Da Reportagem16h23
O técnico Guilherme Dalla Déa iniciou o trabalho na Seleção Brasileira Sub-17 em 2018Foto: ALEXANDRE LOUREIRO/CBF

O técnico da Seleção Brasileira Sub-17 campeã do mundo, Guilherme Dalla Déa, era só felicidade após a conquista de sua primeira Copa do Mundo, na noite do último domingo, ao derrotar o México de virada na final no estádio Bezerrão, no Distrito Federal. O trabalho à frente da geração de jogadores nascidos em 2002 para este Mundial disputado no Brasil começou em 2018 quando ele assumiu a categoria. O treinador agradeceu pela continuidade do projeto mesmo após o resultado adverso no Sul-Americano deste ano e elogiou o avanço que a CBF tem promovido na base do futebol brasileiro.

"A CBF está de parabéns. Ela passou a realizar grandes campeonatos nessa categoria, como o Brasileiro e a Copa do Brasil. Torneios que geram competitividade nos atletas e aumenta a qualidade dos jogadores", afirmou. "A força mental que esses meninos mostraram nesta Copa do Mundo é fruto dessa realidade, em que os atletas estão cada vez mais preparados para jogar em alto nível", disse. "Estamos no caminho correto. Tenho certeza que esses atletas seguirão tendo êxito no futuro."

Guilherme Dalla Déa esteve no último Mundial Sub-17, na Índia, como auxiliar técnico. Na ocasião, o Brasil ficou em terceiro lugar. De lá para cá, coube ao treinador, natural de São Carlos-SP, preparar a geração. Ele compartilhou a conquista importante com o treinadores brasileiros. Segundo Dalla Déa, fundamentais no processo de formação dos  jogadores. 

"O futebol brasileiro vem num evolução fantástica. Esse título vem para coroar o trabalho de todos os profissionais do Brasil, principalmente os treinadores. Eu só coloco minhas ideias aqui na Seleção. Mas são os treinadores que formam esses jogadores no dia a dia", explicou. "Gostaria de dividir esse título com todos os treinadores brasileiros, principalmente os que trabalham com a base. Sei quanto é a pressão na base também. Compartilho com eles."