Conmebol suspende Emerson por mais 2 jogos e deixa corintiano fora de decisão

A punição deixa Emerson de fora do segundo jogo das oitavas de final da Libertadores entre Corinthians e Guaraní, do Paraguai, no Itaquerão, nesta quarta-feira

Comentar
Compartilhar
11 MAI 201517h33

O diretor jurídico do Corinthians, Rogério Molica, confirmou nesta segunda-feira que o atacante Emerson Sheik foi suspenso por três partidas pela Conmebol em razão da expulsão na derrota por 2 a 0 para o São Paulo, em duelo válido pela última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores. O dirigente explicou à reportagem que o clube recebeu a confirmação da pena através de ofício encaminhado pela Conmebol.

A punição deixa Emerson de fora do segundo jogo das oitavas de final da Libertadores entre Corinthians e Guaraní, do Paraguai, no Itaquerão, nesta quarta-feira. Além disso, como já cumpriu um dos jogos do gancho, ele também desfalcará o time paulista em um eventual primeiro duelo das quartas de final da Libertadores.

Logo no início do clássico entre os rivais paulistas, Sheik deu uma rasteira no zagueiro são-paulino Rafael Toloi. Diante da atitude do jogador corintiano, Emerson foi expulso pelo árbitro brasileiro Sandro Meira Ricci.

Emerson Sheik foi suspenso por três partidas pela Conmebol (Foto: Agência Corinthians)

Além de Emerson, o colombiano Stiven Mendoza também recebeu o cartão vermelho no jogo com o São Paulo, no seu caso após uma tentativa de agressão ao centroavante são-paulino Luis Fabiano durante o segundo tempo. À reportagem, Molica explicou que Mendoza só recebeu um jogo de suspensão, já cumprido, o que o deixa livre para enfrentar o Guaraní.

Assim, Mendoza pode ser titular no Corinthians no decisivo duelo com o time paraguaio nesta quarta-feira - ele é o favorito para ficar com a vaga de Emerson, mas o técnico Tite também pode optar por Vagner Love. No jogo de ida com o Guaraní, a vaga de Sheik ficou com Luciano, que se lesionou durante o duelo.

A definição sobre a escalação do Corinthians deve começar a ocorrer nesta segunda-feira, quando Tite comanda um treinamento a partir das 15h30. Derrotado por 2 a 0 pelo Guaraní no Paraguai o Corinthians precisa de uma vitória por três gols de diferença nesta quarta-feira no seu estádio para avançar às quartas de final da Libertadores.