Apesar da multa contratual, Pato quer jogar clássico contra o Corinthians

A afirmação foi feita após a goleada do São Paulo sobre o Bragantino por 5 a 0, em Bragança, na tarde deste sábado

Comentar
Compartilhar
15 FEV 201516h01

Embora uma cláusula contratual impeça Alexandre Pato de enfrentar o Corinthians, clube que detém seus direitos econômicos, o atacante manifestou o desejo de enfrentar o clube na quarta-feira, no clássico que abre a fase de grupos da Copa Libertadores. "É complicado, eu quero jogar. Vamos ver se essa cláusula pode dar alguma brechinha aí", disse o atacante.

A afirmação foi feita após a goleada do São Paulo sobre o Bragantino por 5 a 0, em Bragança, na tarde deste sábado. O atacante teve boa atuação e influência direta no placar. Além de marcar o terceiro gol, ele deu o passe para Boschilia anotar o quarto tento.

Essa não é a primeira vez que o atacante manifesta o interesse de atuar contra o Corinthians. No Campeonato Brasileiro do ano passado, as duas diretores tentaram um acordo pela escalação do atacante, mas não deu resultado. Como está emprestado pelo Corinthians, o atacante só pode estar em campo mediante pagamento de multa de R$ 1 milhão. Além disso, a escalação de Pato no clássico, mesmo com pagamento de multa, dá a brecha ao alvinegro de rescindir o contrato, válido até o fim deste ano.

O contrato é diferente do que foi feito com Jadson, envolvido na transação com o atacante. O meia não jogou os clássicos de 2014, ano em que ainda tinha vínculo com o São Paulo. Entretanto, está liberado para atuar normalmente a partir de 2015.

A passagem de Pato pelo Corinthians durou menos de um ano. Comprado do Milan por R$ 40 milhões, o atacante nunca rendeu o esperado e recebeu muitas críticas. O jogador, porém, garante que a invasão de torcedores ao Centro de Treinamento Joaquim Grava, em que ele era um dos alvos, não motivou sua saída.

Pato quer encarar o Timão (Foto: Leandro Martins/Futura Press)

Colunas

Contraponto